quinta-feira, 27 de maio de 2021

Sambista Nelson Sargento morre, vítima da Covid-19

Ele estava internado desde a última sexta-feira (21) no INCA


O samba brasileiro está de luto. Faleceu na manhã desta quinta-feira (27/05), vítima de complicações da Covid-19, o cantor e compositor carioca Nelson Sargento, aos 96 anos de idade. Ele estava internado desde a última sexta (21) no Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), na Praça da Cruz Vermelha, no Centro do Rio.

Nascido em 25 de julho de 1924 na Santa Casa da Misericórdia, na Praça XV, Nelson Mattos recebeu o apelido de Sargento após servir ao Exército. Presidente de honra da escola de samba Mangueira, teve entre seus principais sucessos músicas como ”Nas Asas da Canção””Sinfonia Imortal””Ciúme Doentio” e a consagrada ”Agoniza, Mas Não Morre”.

Amante do futebol, o sambista era um torcedor ilustre do Vasco da Gama. Ele também atuava como pesquisador, artista plástico, ator e escritor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!