quarta-feira, 12 de maio de 2021

Representantes de bares de Queimados protestam contra o decreto Municipal

Vereadores receberam alguns representantes e discutiram uma forma de poder amenizar o decreto.  


Na manhã desta quarta-feira (12) um grupo de representantes de bares e artistas locais se manifestaram em frente a Câmara Municipal de Vereadores de Queimados, para cobrarem uma maior flexibilização no decreto Municipal, que estipula o fechamento bares às 21h e com ocupação de 40% em locais fechados e 60% em locais abertos. 

Na conversa com os vereadores, os representantes apresentaram algumas alternativas para serem repassadas ao prefeito Glauco Kaizer, como: liberação do horário respeitando a ocupação dos 40% de lotação, e também uma fiscalização mais rigorosa até mesmo com aplicações nas multas. 

Em sua grande maioria, os vereadores se mostraram favoráveis a causa e ficaram de buscar junto ao prefeito uma flexibilização no decreto para que principalmente haja uma extensão do horário, desde que seja mantido o controle de higienização e lotação dos ambientes: "Não podemos perder o foco da discussão, que é a Covid-19. Não vejo problema de qualquer ambiente funcionar, desde haja uma sanitização no local, havendo limpeza do ambiente, aferição da temperatura e respeitando os limites de lotação. Agindo desta forma, não vejo problema para que funcionem", disse Lúcio Mauro. 

Representante do comércio Leonardo Bassoto, do Pacaembu Beer Point, destacou a importância das casas estarem em funcionamento principalmente em dias de jogos: "Veja bem, estamos fechando às 21h e com jogos de futebol que é uma das principais atrações das casas iniciando às 21h30, ou seja, estamos fechando antes do início dos jogos e, se abrirmos todos os dias da semana (segunda à quinta) sem jogos, não temos público", disse Leonardo. 

Uma das alternativas que houve grande aprovação, foi a proposta do Vereador João Pedro, que trouxe à discussão a possibilidade de estipular um horário de funcionamento, como por exemplo, das 20h às 2h. 

Presidente da Câmara, o vereador Nilton Moreira Cavalcante pontuou a importância de alterar o decreto passo a passo: "Hoje vocês (donos de bares e músicos) não tem nada, e nossa meta é levar ao prefeito uma proposta para atender melhor o lado de vocês, mas também não podemos liberar geral", 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!