domingo, 21 de março de 2021

Homem é preso após agredir funcionários e quebrar uma ambulância na Maternidade Municipal de Queimados


Indivíduo foi à unidade com uma mulher grávida, cobrando que o médico realizasse um aborto. 


Um homem foi preso na madrugada deste domingo (21) por desacata e destruição do patrimônio público, na Maternidade Municipal de Queimados. 

Segundo a polícia, ele teria chegado na Maternidade acompanhado de uma mulher grávida e mais uma acompanhante, pouco depois das 3h, solicitando atendimento para realização de um aborto, porém, o médico de plantão se recusou a realizar o procedimento. 

O homem então se apresentou como traficante de uma Comunidade local e ameaçou matar os funcionários e quebrar a unidade. Um vigilante tentou conter o rapaz, que não só se acalmou, como também trocou socos com o segurança, que conseguiu dispersar o trio. 

Ainda não satisfeito, o homem voltou à unidade minutos depois e armado com uma barra de ferro começou a bater na ambulância que estava em frente à Maternidade, quebrando parte do parabrisa dianteiro e a pronta direita. 

A polícia foi acionada e chegou a tempo de capturar o indivíduo, que foi preso em flagrante e levado para à 55° DP (Queimados). Ainda de acordo com os policiais, a grávida confessou que tentou o aborto através de medicamento, pois tinha que tirar o filho porque é casada com um traficante que está preso, que não é o pai da criança e não podia saber da gravidez. Como não teve sucesso através do medicamento, tentou realizar o aborto na maternidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!