sábado, 6 de fevereiro de 2021

Mulher é presa em Queimados após ser acusada de torturar filha com garfo quente


Além das queimaduras com garfo quente, a menina ainda teria sido agredida com um cabo de vassoura e sofrido ameaça de morte. 


Uma mulher que não teve o nome divulgado foi presa por policiais da 15° DP (Gávea) na última quarta-feira (3), em Queimados. Contra ela foi cumprido um mandado de prisão preventiva por suspeita de torturar a filha de apenas sete anos com um garfo quente. 

A investigação foi conduzida pela Delegacia da Criança e do Adolescente Vítimas (DCAV), após ser procurada pela avó da criança, que fez a denuncia que a menina havia sofrido queimaduras com um garfo quente, agressões com um cabo de vassoura e ameaças de morte.

Segundo a polícia os crimes teriam ocorrido em outubro de 2020, no bairro Coelho Neto, Zona Norte do Rio. A mulher foi indiciada pela prática do crime de tortura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!