quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Exclusivo ! Sem acordo entre Executivo e Legislativo, Babilônia Circo deve deixar Queimados sem realizar nem um espetáculo


Circo está instalado dentro da Vila Olímpica da cidade, ferindo dessa forma o código de postura do município. 


E o caso do Babilônia Circo vai chegando a seus últimos capítulos e, sem desfecho favorável. O circo que está instalado nas dependências da Vila Olímpica da cidade, foi impedido de exibir seus espetáculos pelo motivo de ferir o código de postura da cidade, que prevê uma distância mínima de 200m de circos e parques para qualquer prédio público. 

Instalado no local através de uma autorização do Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Rômulo Sales e do prefeito, Glauco Kaizer, o Babilônia Circo faria uma temporada de shows em três finais de semana, e em contra-partida para o município, faria eventos voltados à crianças da região, além de disponibilizar 10% da arrecadação da bilheteria ao município. 

No entanto, o circo foi interditado poucos dias antes do início da temporada em Queimados, quando na ocasião virou até caso de polícia por conta de furtos de energia. O dono do circo, Alexander Braz se responsabilizou pelas irregularidades e pôs a disposição para resolver todas as pendências, apresentando inclusive todos os documentos que liberaria a execução do espetáculo, no entanto não houve um acordo entre o poder Executivo e Legislativo da cidade para liberação do espetáculo na Vila Olímpica, e o circo sairá da cidade sem realizar um único espetáculo sequer. 

Vale destacar que o portal "Minha Baixada" já havia dado a informação que segundo Alexander Braz, o circo só se apresentaria se fosse autorizado os espetáculos na Vila Olímpica, não aceitando ir para outro local na cidade. Como o acordo não aconteceu, o circo será desmontado e seguirá com seus espetáculos em outra região. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!