quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Em nota, Prefeitura de Queimados informa que o Hospital de Campanha da Covid-19 “está aberto e funcionando normalmente”, mas não confirma se será ou não fechado

Revista Queimados reforça convite para entrevista com secretária de Saúde para explicar as questões mencionadas e falar de outros temas da Pasta


Às 12h desta quarta-feira (17), a Revista Queimados enviou pedido de nota à Prefeitura a respeito da matéria sobre possível fechamento do Hospital de COVID-19, cujo funcionários estão com aviso prévio assinado para o fim de fevereiro e início de março  e fornecedores atuando sem contrato em vigor. Somente às 18h, uma resposta sem atender a todos os questionamentos feitos, foi enviada. 

Neste documento, “a Prefeitura de Queimados informou que o Hospital de Campanha da Covid-19 está aberto e funcionando normalmente e que as transferências de pacientes objetivaram oferecer melhores condições de tratamento hospitalar, uma vez que estão sendo feitas para hospitais de referência, com UTI e todo equipamento necessário para o melhor atendimento dos doentes", porém, não garantiu a permanência das atividades da unidade e nem informou se será de fato fechada, assim como também o número de pacientes transferidos e nem as unidades para onde foram. 

Desde o início de janeiro, a equipe da Revista Queimados está tentando entrevista com a Secretária de Saúde e com o prefeito Glauco Kaiser, porém ainda não obteve êxito.  Em resposta enviada ao portal Choque de Queimados, o governo municipal teria dito que “a Secretaria Municipal de Saúde esteve buscando verbas junto a Secretaria Estadual de Saúde para cobrir os gastos e melhorar o atendimento na Maternidade Municipal”, admitindo dessa forma dificuldades de recursos para o custeio da unidade.

Ainda segundo a publicação, “já foi conseguido acordo com a secretaria Estadual de Saúde e não há qualquer indício de fechamento da maternidade e do Hospital do Covid”. Porém, os detalhes não foram divulgados.

A Revista Queimados no entanto perguntou se a unidade será ou não fechada, pois em nenhum momento a nossa reportagem noticiou que os atendimentos haviam sido paralisados no local e sim trouxe depoimentos de  funcionários que afirmaram ter assinado aviso prévio e que ouviram da própria secretaria de saúde que a unidade  seria fechado até o fim do mês por falta de dinheiro. Porém, a Prefeitura limitou-se a dizer que: "o Hospital segue aberto e atendendo à população."

De acordo com os últimos boletins divulgados sobre o COVID, na última sexta-feira (12), antes do Carnaval no entanto, haviam 11 pacientes internados no hospital. Desde então, nenhum outro Boletim Epidemiológico foi divulgado pelo governo. Porém, a assessoria da prefeitura informou que nesta quarta-feira não há mais nenhum paciente em tratamento na unidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!