sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Prefeitura de Queimados promete pagar servidores até o próximo dia 15



Prefeito Glauco Kaiser afirma que só tomou conhecimento do fluxo de caixa do município após tomar posse. Equipe de transição teve apenas três membros


Após muitos protestos nas redes sociais e até ameaça de manifestação por conta dos atrasos dos salários do funcionalismo público e dias de silêncio, a Prefeitura de Queimados, enfim se manifestou publicamente sobre o assunto. De acordo com nota oficial enviada à nossa equipe de reportagem, o governo municipal garantiu pagar o servidor até a próxima sexta-feira (15), alegando problemas herdados da gestão anterior. No entanto, a equipe de transição nomeada pelo prefeito Glauco Kaiser contou com apenas três membros e a RQ recebeu informações de fontes do governo de que a gestão teve um problema administrativo com a chave bancária. 

Desde o final do ano passado uma equipe do atual governo vinha monitorando a situação do município através da equipe de transição. Porém, de acordo com a nota o novo prefeito, Glauco Kaizer, só teria tomado ciência do fluxo de caixa do município após tomar posse. Ele alega que recebeu o município com pouco mais de R$ 1 milhão em caixa, porém nossa equipe teve acesso a dados que comprovam transferência de repasses do FUNDEB, suficientes para pagar a folha dos profissionais de educação que gira em torno de R$ 5,5 milhões, além de receitas oriundas de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços ( ICMS) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).




Veja a nota completa: 
 

A Prefeitura de Queimados esclarece que o pagamento dos servidores municipais será realizado até o dia 15/01. Deste modo, é importante salientar que o atraso se deu em virtude de alguns problemas herdados pela gestão anterior.
 
É importante salientar que o Prefeito Glauco Kaizer começou sua gestão sem qualquer informação sobre a situação do fluxo de caixa do Município, mesmo tendo solicitado oficialmente pela equipe de transição e, somente a partir do primeiro dia útil (04/01) foi possível obter extratos e informações do fluxo financeiro.
 
A gestão atual encontrou o caixa com apenas 1,4 milhões de reais. Assim, é imperioso destacar que o valor de 7 milhões que está circulando na internet através de um extrato divulgado, só se efetivou na conta da prefeitura no dia 07/01.
 
Ocorre que apesar do saldo, existe um bloqueio no Fundo de Participação dos Municípios, que também é utilizado para custeio da folha de pagamento. Este bloqueio ocorreu devido à inadimplência de alguns tributos fiscais durante a gestão passada.
 
Outro ponto a se destacar é que os recursos do FUNDEB, utilizados para pagamento da folha dos servidores da educação, não são suficientes para custear a integralidade do pagamento dos salários destes servidores, sendo necessário o incremento com recursos próprios de, aproximadamente 3 milhões de reais.
 
Foi pedido, através da comissão de transição, todos os fluxos de caixa, porém estas informações não foram repassadas, deste modo, iniciamos a gestão descobrindo os fluxos.
Tais problemas foram herdados da gestão anterior. Porém estamos batalhando para que até o dia 15 de janeiro de 2021 a folha de pagamento seja efetuada em sua integralidade.
 
Enquanto filho e esposo de servidoras públicas, o Prefeito entende a importância da valorização ao profissional e está totalmente comprometido em solucionar o mais breve possível os problemas relacionados aos servidores públicos de Queimados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!