domingo, 24 de janeiro de 2021

Prefeito de Queimados sai em defesa da Secretária de Saúde, Marcelle Nayda: "Não resolveremos 12 anos de problemas em poucos meses"

 


Kaizer relatou ainda dois ataques ao Hospital de Campanha de Queimados.  

Após as acusações de nepotismo contra a Secretária de Saúde de Queimados, Marcelle Nayda, o prefeito da cidade, Glauco Kaizer se pronunciou oficialmente através de sua conta pessoal no Facebook e saiu em defesa de sua Secretária. 

Assim como já dizia na nota enviada pela própria Secretaria de Saúde, Kaizer confirmou que os parentes de Marcelle questão já trabalhavam na Prefeitura em gestões anteriores e, que apenas um deles foi nomeado pelo próprio prefeito e por questões técnicas. 

Kaizer confirmou ainda as possíveis sabotagens que aconteceram no Hospital de Campanha da cidade, onde segundo ele, ocorreram dois fatos: um já de conhecimento público, que foi o desligamento dos tubos de oxigênio e ainda de acordo com o prefeito, cabos de energia da cidade também teriam sido cortados, e ambos os casos já estão nas mãos da presidente da Comissão de Saúde da Alerj, Marta Rocha, que segundo ele, dedicará especial atenção ao caso. 

Confira a nota: 

Hoje, com poucos dias de governo, nos vemos cercados de grandes problemas. Dívidas salariais e com fornecedores, inclusive do kit de alimentação escolar que, mesmo após terem sido entregues dois kits esses mesmos  fornecedores não receberam absolutamente nada (estamos negociando a dívidas para a entrega). Escolas em péssimo estado de conservação, o que pode se dizer o mesmo de muitos postos e outros imóveis onde os órgãos de governo estão alojados, além de ordens de despejo por conta de inúmeros aluguéis não pagos dentre muitas outras coisas. Mas estamos enfrentando tudo isso destemidamente.

Agora, o ataque sofrido pela secretária de saúde, a Dra Marcelle, sob a alegação de nepotismo, é algo ainda mais triste. As pessoas citadas na reportagem já trabalhavam na prefeitura desde de 2004, com exceção do João, que foi nomeado por mim e não por ela, o que desconfigura as acusações, acrescentando que o mesmo possui formação técnica para ocupar o cargo.

O pior de tudo, acontecimentos que a população ainda não sabe, é que esses ataques não são apenas a nós ou estão apenas no campo da política. Colocando a vida das pessoas em risco, monstros têm praticado ações criminosas. Em um local de difícil acesso, alguém fechou o oxigênio que abastece o centro de covid. Em outro fato os cabos de energia do Cethid foram cortados. Nos dois casos os registros de ocorrência foram feitos e as autoridades estão investigando o caso. A deputada Marta Rocha, presidente da Comissão de Saúde da Alerj, já está ciente dos fatos e dedicará especial atenção.

Por fim, já ressoa nos bastidores que pedirão a saída da secretária Marcelle. Uma verdadeira injustiça para alguém que passa todo o seu dia trabalhando duramente para tentar colocar as coisas em ordem. Fato contra o qual lutaremos com todas as forças. Agora, se todas essas ações estão ligadas, se há uma conspiração em curso, o tempo e os acontecimentos dirão.

Fica aqui nosso respeito de sempre e compromisso com a população da cidade de Queimados. Mas não nos dobraremos a pressões políticas que atentam contra a vontade e desejo da população. Não resolveremos 12 anos de problemas em poucos meses, mas estamos empenhados em combatê-los com toda nossa energia.

Um comentário:

  1. Reivindicar e cobrar, faz parte da democracia, mas quando a política vai para a esfera da politicagem, são os munícipes q perdem. Não conheço Dra. Marcele pessoalmente, mas os pais dela sim!. São pessoas amadas e respeitadas por MUITAS pessoas. Tenho certeza, q a educação q dedicaram a filha, foi a melhor possível! Antes de julgarmos, vamos refletir de acordo com os acontecimentos. Juízo sempre!

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!