sábado, 9 de janeiro de 2021

Ministério da Saúde comprará toda produção de vacina do Instituto Butantan e repartirá aos estados


Expectativa é de que a campanha de vacinação seja iniciada ainda em janeiro. 



O diretor-geral do Instituto Butantan, Dimas Covas, confirmou nesta sábado (9) que o governo federal incorporou todas as doses da Coronavac, desenvolvida em parceria do Butantan e do laboratório chinês Sinovac, no Plano Nacional de Imunização (PNI) e deve gerir o calendário de distribuição das vacinas em todo o país.

Ainda de acordo com Covas, o Instituto tem atualmente 6 milhões de doses que serão incorporadas pelo ministério, a medida que houver liberação do uso emergencial. Elas serão distribuídas por todos os estados de forma proporcional, obedecendo critérios demográficos e número de pessoas nas faixas de risco. 

Covas confirmou ainda que existe mais 2 milhões sendo produzidas pela Fiocruz, no Rio, totalizando desta forma 8 milhões de doses, número suficiente para iniciar a campanha de vacinação ainda em janeiro. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!