sábado, 2 de janeiro de 2021

EXCLUSIVO ! Secretário de Fazenda Alex Binoti atende à Revista Queimados e responde sobre primeiros desafios à frente da pasta


Alex Binoti alerta para situação financeira do município, anuncia redução no número de cargos comissionados e não estipula prazo para pagamento dos servidores.

 

Após a nomeação dos primeiros secretários, sem dúvidas uma das grandes preocupações são as Finanças do município. E neste caso, o novo secretário Municipal de Fazenda, Alex Binoti
já inicia com um grade desafio pela frente: o funcionalismo Municipal, que ainda não recebeu o pagamento referente ao mês de dezembro e a folha, por lei, deve ser paga até o quinto dia útil do mês seguinte. Ao todo, são cerca de R$ 10 milhões distribuídos para cerca de 3 mil funcionários, entre estatutários e comissionados. 

Além do pagamento de dezembro, o novo secretário terá que lidar com um outro problema: o pagamento da rescisão dos mais de 700 servidores comissionados que foram exonerados no primeiro ato do prefeito eleito Glauco Kaiser. Questionado pela nossa equipe de reportagem, o gestor disse que “a situação financeira da prefeitura é complicada e que há um déficit”, mas não estipulou precisamente o valor. 

O novo secretário disse ainda que “há previsão de grande corte nos cargos comissionados, o que é essencial para alcançar higidez financeira”.

Sobre o salário dos servidores, afirmou que não pode estabelecer com precisão a data do pagamento, pois não recebeu relatórios financeiros suficientes para ter a real, precisa e atualizada informação acerca das contas municipais. “Ainda não tive meu primeiro dia útil de trabalho para alcançar mais registros essenciais para dar firme resposta sobre isso”, ressaltou Binoti. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!