terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Com atraso no pagamento funcionários da Maternidade Municipal de Queimados e Cethid ameaçam entrar em greve; Prefeitura promete quitar débito até a próxima quarta-feira


Paralisação está prevista para esta quarta-feira (20) caso o impasse não seja resolvido. 


Funcionários da área de saúde da Maternidade Municipal de Queimados e do Cethid, terceirizados através do Instituto "Se Liga", estão ameaçando entrar em greve por conta dos salários atrasados. 

O problema com o pagamento dos servidores vem desde o final do ano passado, porém, os meses anteriores foram pagos, restando apenas a regularização da folha de dezembro que ficou a cargo da atual gestão, que deveria ter efetuado o pagamento até o dia 8 de janeiro (quinto dia útil do mês) o que não foi feito, deixando os funcionários com salários atrasados há cerca de 10 dias. 

Diante do impasse, profissionais da Maternidade Queimados e do Cethid ameaçam entrar em greve a partir da próxima quarta-feira (20) caso o impasse não seja resolvido. 

Nossa reportagem teve acesso ao documento que o Instituto "Se Liga" enviou ao prefeito de Queimados, Glauco Kaizer, informando o gestor sobre a ameaça de greve: 




Nossa equipe também entrou em contato com a Secretaria de Saúde, que disse já ter ciência da ameaça e confirmou que não está medindo esforços para regularizar o débito e se comprometeram em quitar a folha de dezembro entre esta terça ou quarta-feira (20)

Também entramos em contato com representantes do Instituto "Se Liga", que nos enviou a seguinte nota: 

NOTA DE ESCLARECIMENTO



O Instituto Social SE LIGA - ISSL é uma Organização Social não governamental sem fins lucrativos, fundado em 1971, que tem por finalidade prestar assistência as crianças, adolescentes, adultos, idosos, portadores de necessidades especiais e suas respectivas famílias, com atendimentos nas áreas: de saúde, social, esporte, cultura, educação, recreação e cidadania, sem distinção de nacionalidade, cor, raça, sexo, idade, credo religioso ou ideologia política.

Após tomar ciencia de diversas matérias veiculadas em redes sociais sobre o atraso do pagamento de funcionários, vem pela presente esclarecer:

A entidade cumpriu todas as exigencias contratuais que culminam o pagamento, e apesar disso até a presente data o mesmo não foi realizado pela prefeitura, o que está impactando no pagamento da folha.

Destaque-se, que frequentemente o ISSL vem realizando diversas reuniões e outras formas de comunicação com a Secretária Municipal de Saúde, para acompanhar o status do processo, bem como cobrar posição desses pagamentos.

O ISSL vem cumprindo com todas as obrigações contratuais, inclusive no que se refere a prestação de contas. Os atrasos nos pagamentos dos colaboradores estão ocorrendo única e exclusivamente por conta da situação acima relatada (“atraso nos repasses de verbas”).

O ISSL se solidariza com todos os colaboradores que integram esses contrato, e se compromete empreender todos os esforços para auxiliar no que lhe couber para minimizar todos esses dissabores.

Nossa reportagem também teve acesso ao documento onde o Instituto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!