quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

Circo Babilônia se defende das acusações de estacionamento de veículos em solo público: “faremos projetos sociais em parceria com o município”


Em parceria com a Secretaria de Cultura do município, o Circo promoverá uma temporada de três finais de semana a partir do dia 5 de fevereiro. 


A Revista Queimados recebeu na manhã da última quarta-feira (20) uma denúncia de caminhões do Circo Babilônia estacionados em solo público, em espaço na Vila Olímpica

Após a publicação da matéria, o dono do Circo, Alexander Braz entrou em contato com nossa reportagem, explicando o motivo dos caminhões estarem naquele local. De acordo com ele, o circo Babilônia fez uma parceria com a Secretária de Cultura do município, onde irão realizar uma temporada com duração de três finais de semana a partir do dia 5 de fevereiro. 

Ainda de acordo com Braz, ao longo do festival, crianças menos favorecidas da cidade serão favorecidas com ingresso para acompanhar um dos espetáculos. Braz lembrou ainda que o circo Babilônia já esteve em outras oportunidades na cidade, e que dessa vez ainda será adotado todas as normas de prevenção à Covid-19, como: distanciamento social, exigência da máscara e uso do álcool em gel. 

Braz confirmou também que o espaço ocupado pelo circo não irá impactar no uso da Vila Olímpica, inclusive com uma entrada sendo feita por uma área particular. 

A chegada do circo no entanto gerou uma grande revolta dos esportistas da cidade, alegando que o esporte vem sendo deixado em segundo plano. Lembrando que o atualmente Rômulo Ferreira Sales está acumulando a Secretaria nas duas pastas: Secretaria de Esporte e Lazer e Secretaria de Cultura e Turismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!