segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Glauco Kaiser mantém suspense sobre o novo secretariado, mas nomes já começam a ser ventilados

Pelo menos três secretarias terão nome de fora da cidade à frente das Pastas. Cristiane Lamarão deve assumir a Assistência Social 


Por: Felipe Carvalho

Eleito com pouco mais de 19 mil votos, o prefeito Glauco Kaiser faz suspense para divulgar o time que irá compor o primeiro escalão do governo. O anúncio oficial deve ficar somente para a cerimônia de posse, em 1 de janeiro, mas a Revista Queimados já adianta em primeira mão algumas novidades. 

A ex-secretária de Estado de Assistência Social, Cristiane Lamarao foi convidada pelo prefeito para comandar a Pasta no município de Queimados. Segundo circula nos bastidores, as secretarias de Direitos Humanos, Promoção da Cidadania e Habitação também fariam parte da nova estrutura. 

Lamarao atua há anos na área da Assistência Social. Foi braço direito de Cristina Quaresma em Nova Iguaçu, Mesquita e também no governo do estado, assumindo seu lugar após o surgimento de um AVC. Foi exonerada por questões políticas e em seu lugar entrou o Deputado Estadual Bruno Dauari. 

Além de Queimados, outras cidades também teriam convidado à gestora. Procurada pela nossa equipe de reportagem, Lamarão confirmou o convite, mas não bateu o martelo sobre o seu futuro, deixando o suspense no ar. “Fui convidada. Preciso aguardar. Deixa acontecer”, despistou.

A poucos dias para a posse oficial, há apenas especulações sobre o secretariado do prefeito eleito Glauco Kaiser. O novo gestor tem mantido suspense na divulgação dos nomes dos novos secretários e também da nova estrutura da prefeitura. A transição, procedimento necessário para que o novo prefeito possa receber informações e dados do governo contou com apenas três membros indicados por ele. 

Até o momento já teriam sido confirmados os nomes de: Alan Binote (Controladoria Geral), Alex Binoti (Fazenda), Cristina Remann (Obras), atual subsecretária de Obras em Nova Iguaçu, Marcelle Nayda (Saúde), além de Lamarão na Assitência Social. 

Alexandre Monsores que estava praticamente certo na Cultura foi trocado na reta final por um nome ligado ao Deputado Federal Áureo Ribeiro, ainda guardado a sete chaves. A irmã de Áureo - padrinho político de Glauco- , Danielle Barros é a atual secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e pode ser um elo com o novo gestor para investimentos para a cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!