quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

Brasil registra primeiro caso de Cândida Auris: fungo fatal resistente a medicamentos



A Anvisa emitiu um alerta sobre um possível caso de Candida Auris, um fungo fatal e resistente a medicamentos. 

De acordo com especialistas, ele se tarta de um fungo emergente que representa uma grave ameaça à saúde global, tendo sindo identificado pela primeira vez como causador de doença em humanos em 2009, no Japão.

Porém, o Brasil que não havia relatos de nenhum caso, registrou uma possível contaminação na última segunda-feira (7), em um paciente que está internado em uma UTI adulto em hospital do estado da Bahia, sendo publicado de imediato um Alerta de Risco GVIMS/GGTES/Anvisa 01/2020. 

O fungo foi identificado após análise pela técnica de MALDI-TOF pelo Laboratório Central de Saúde Pública Prof. Gonçalo Moniz – Lacen/BA e pelo Laboratório do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – HCFMUSP. Já estão sendo realizadas as análises fenotípicas para verificar o perfil de sensibilidade do microrganismo. O Laboratório Especial de Micologia da Escola Paulista de Medicina (Lemi–Unifesp), que é o laboratório colaborador de referência para sequenciamento da Rede Nacional para identificação de C. auris em serviços de saúde, realizará o sequenciamento genético (padrão-ouro) do microrganismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!