quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Queimados segue como uma das cidades com menor IDH da Baixada

 


Uma pesquisa feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou Queimados como uma das piores cidades da Baixada em relação ao Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que é uma medida comparativa usada para classificar as cidades pelo seu grau de "desenvolvimento humano". 

Dentre 92 cidades no estado, Queimados ocupa atualmente a 73° lugar, dez posições acima de Japeri, 83° cidade no Ranking. 

Vale destacar que Japeri fico colocado afrente apenas de bolsões de pobreza localizados nas regiões Centro-Norte e Noroeste do estado. 

Segundo o professor e pesquisador da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) José Cláudio Souza Alves, as duas cidades não avançaram e houve ainda um agravante, a violência urbana provocada pela disputa de território entre traficantes e milicianos.

Os problemas são comuns: falta de oportunidades de emprego, saneamento básico precário e redes de saúde e educação que são insuficientes. E ainda o que se viu foi o crescimento, ao longo dos anos, da violência urbana nessas cidades. Não melhorou. Piorou, se a gente for analisar de 30 anos para cá — analisou o professor. 

Alves diz que questões econômicas impedem o avanço das três cidades. Ele cita a falta de mão de obra qualificada, cursos de capacitação e ações em apoio à zona rural. Um dos exemplos, para ele, é o distrito industrial de Queimados, que enfrenta dificuldade para achar trabalhador com qualificação e deixa uma dica aos próximos governantes: 

Recomendo ao próximo prefeito que crie cursos profissionalizantes — concluiu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!