terça-feira, 6 de outubro de 2020

Operação da PF afasta Secretária de Saúde de Japeri por possíveis irregularidades na compra de respiradores



Uma operação da Polícia Federal de Nova Iguaçu, deflagrada na manhã desta terça-feira (06) teve como objetivo investigar possíveis irregularidades na compra de respiradores obsoletos e com preços superfaturados para o tratamento da covid-19, pela Secretaria Municipal de Saúde de Japeri. 

A operação levou inclusive ao afastamento da Secretária de Saúde de município, Rosilene Moraes dos Anjos, além de cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela 3ª Vara Federal de São João de Meriti, nos municípios de Japeri e Nova Iguaçu.

As investigações ocorrem desde junho de 2020 e contam com o apoio do Ministério Público Federal (MPF), Controladoria-Geral da União (CGU) e ANVISA, onde já conseguiram identificar um prejuízo de aproximadamente R$ 2 milhões aos cofres públicos.

Em nota, a Prefeitura de Japeri diz que recebeu "com surpresa e indignação a notícia através da imprensa" e classifica como inadmissível este tipo de conduta, além de confirmar o afastamento de Rosilene Moraes. Ainda segundo o prefeito, caso as acusações sejam confirmadas, a secretária de saúde deve ser responsabilizada e punida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!