sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Em nova operação, polícia prende 18 milicianos na Baixada e acaba com comércios ligados ao grupo

 


A Força Tarefa da Polícia Civil contra os milicianos que atuam na Baixada Fluminense e bairros da Zona Oeste do Rio de Janeiro, teve mais um desdobramento nesta sexta-feira (16). 

Depois da operação na noite da última quinta-feira (15) que terminou com a morte de 12 milicianos em Itaguaí, nesta sexta, os agentes intensificaram a ação em Nova Iguaçu, onde efetuaram a prisão de 18 pessoas ligadas ao grupo chefiado por Wellington da Silva Braga, o Ecko. 

Na ação, os agentes ainda interditaram comércios que segundo as investigações eram usados como fonte de lucro e lavagem de dinheiro da milícia. Entre os comércios estavam um shopping com várias lojas de roupas falsificadas, farmácia que vendia medicamento de uso controlados sem a autorização da Anvisa,  central de provedores de internet e tv por assinatura, além de um depósito de gás e um restaurante. 

No restaurante inclusive o dono do estabelecimento foi detido em flagrante ao tentar oferecer propina aos agentes. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!