terça-feira, 1 de setembro de 2020

Governo confirma mais quatro parcelas do auxílio emergencial; valor no entanto será reduzido

 


O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou na manhã desta terça-feira (01) que o governo estenderá em mais quatro parcelas o auxílio emergencial, prorrogando o benefício até o final de 2020. 

Bolsonaro informou ainda que o valor do benefício sofrerá uma redução, caindo do atual R$600 para R$300, reconhecendo que embora não seja o valor ideal, é o que cabe aos cofres públicos: "O valor como vínhamos dizendo, de R$ 600, é muito para quem paga, no caso o Brasil. Podemos dizer que não é um valor suficiente muitas vezes para todas as necessidades. Mas basicamente atende", disse o presidente. 

Vale destacar que o auxílio emergencial foi criado em abril para atender aos trabalhadores que tiveram a renda comprometida  virtude da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), com previsão inicial do pagamento de três parcelas de R$600. Houve ainda a prorrogação com mais duas parcelas de R$600, até o anúncio desta manhã, com mais quatro parcelas de R$300. 

Vale destacar ainda que o governo estuda a criação do programa Renda Brasil, que seria uma extensão do Bolsa Família, porém ainda falta chegar num consenso quanto ao valor do novo programa, que deve entrar em vigor ao final do Auxílio Emergencial 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!