sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Covid-19 registra 30 milhões de casos em todo mundo e alguns países já retomam lokdonws

 


Enquanto o mundo todo segue na espera de uma vacina contra a Covid-19, os casos não param de aumentar em todo planeta e alguns países já começam a temer uma segunda onda de contágio da doença. Tentando minimizar os danos, alguns países seguem adotando os "lokdonws", mesmo que de forma parcial. 

No Reino Unido por exemplo, o governo já advertiu que poderá retomar o confinamento na Inglaterra após observar o aumento do número de casos, com as taxas de hospitalização dobrando a cada oito dias, segundo o Ministério da Saúde. Antes dessa medida mais drástica, outras atitudes vem sendo tomada para evitar um lokdonw, como a proibição de encontro entre pessoas que vivam em casas diferentes, e todos os locais de entretenimento terão de permanecer fechados entre 22h e 5h.

Além da Inglaterra, Israel também já começa a restringir novas atividades após o país registrar a maior taxa de contágio das últimas duas semanas. 

Segundo dados em tempo real da Universidade Johns Hopkins, dos EUA, os números da Covid-19 já ultrapassaram a casa dos 30 milhões de contaminados em todo mundo e uma segunda onda já passa ser considerada em alguns países, como a Áustria, que após apresentar um número de casos tão altos quanto no primeiro semestre, o premiê, Sebastian Kurz, admitiu nesta semana que a intensidade dos novos contágios já configura uma segunda onda no país. 

Nesta semana, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o nível de transmissão da covid-19 na Europa está mais alto do que na primeira onda da pandemia, entre março e abril. Na primeira onda, o dia 1º de abril registrou o recorde de 43 mil contágios, de acordo com a OMS Europa. O novo recorde absoluto diário foi registrado em 11 de setembro, com 54 mil contágios em 24 horas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!