segunda-feira, 24 de agosto de 2020

MP aponta Flordelis como mandante da morte do marido, pastor Anderson do Carmo

 

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) apontou a deputada federal Flordelis como mandante pela morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, executado com mais de 30 tiros, em junho de 2019. 

A operação batizada por Lucas 12, que foi deflagrada na manhã desta segunda (24) levou a prisão de cinco filhos e uma neta do casal, levando ao total de sete filhos presos desde o início das investigações. 

Os agentes cumpriram ainda mandados de prisão e de busca e apreensão em endereços ligados a deputada, no entanto, devido ao foro privilegiado, a Flordelis não pode ser presa. 

Ainda de acordo com a polícia, antes do assassinato a tiros, Flordelis começou a tentar matar o marido em maio de 2018, botando arsênico na comida dele. 

As prisões foram expedidas pela 3ª Vara Criminal de Niterói, que aceitou a denúncia do MP e tornou Flordelis ré.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!