quarta-feira, 15 de julho de 2020

Família Picciani leva a melhor e TRE cassa mandato de Max Lemos; decisão ainda cabe recurso


A briga entre Max Lemos e Família Picciani ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (15) e com vantagem aos Picciani's, que viu seu agora desafeto político, ter o mandato de deputado estadual cassado pelo TRE. 

A decisão foi apertada, com dois votos favoráveis à justa causa, enquanto três abraçaram a tese da infidelidade partidária levando a perda de mandato do ex-prefeito de Queimados por infidelidade partidária. Contudo, Max ainda segue no cargo de deputado, pois a decisão cabe recurso.

Nossa reportagem inclusive entrou em contato com a assessoria do deputado, que confirmou que o deputado recorrerá da decisão. De acordo com a assessoria, Max recebeu com tranquilidade a decisão e que acredita em Deus e na justiça, razão pela qual irá recorrer da decisão ao TSE. 

Confira a nota oficial do deputado Max Lemos:



Em relação ao julgamento do colegiado do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RJ), na tarde desta quarta-feira (15), sobre a perda do mandato eletivo de Deputado Estadual, informo que respeito a decisão do referido colegiado, porém, continuo fortemente acreditando em Deus e na justiça. 

Utilizaremos todos os recursos permitidos pela legislação  brasileira, pois fomos eleito deputado estadual com 59.672 votos, e é por estes, que confiaram em nossa liderança que continuaremos lutando. 

Todos sabem da grande perseguição e discriminação que venho sofrendo desde que aceitamos o desafio de liderar um grupo político que visa transformar e, principalmente, levar o desenvolvimento econômico para Nova Iguaçu. 

Vamos continuar lutando, enfrentando as perseguições em nome de cada cidadão e cidadã que me confiaram o voto de deputado estadual. A mesma luta que tive por Queimados e deu certo, teremos por Nova Iguaçu! Não desistiremos de Nova Iguaçu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!