quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Homem ferido acusa ambulância de tê-lo deixado na rua


Uma cena chocante: um homem ferido foi encontrado na rua e o mesmo acusou de ter sido deixado ali por uma ambulância, e o pior, em uma rua em frente ao HGNI (Hospital Geral de Nova Iguaçu - Hospital da Posse).

O homem identificado como Eduardo teve a "história" contada pelo repórter Everaldo Leite, que conversou com o homem, ainda caído no solo.

Segundo palavras do próprio Eduardo, ele teria dado entrada na policlínica de Japeri, após sofrer um acidente doméstico caindo de uma laje. Ainda de acordo com Eduardo, que estava com o braço engessado, ele foi informado que seria transferido para um hospital que houvesse os recursos necessários para suas necessidades médicas.

O repórter Everaldo Leite ainda entrevistou a ex mulher do Eduardo, que confirmou a versão do ferido. A mulher, que voltava da Hospital da Posse - há poucos metros do local, informou ainda que o Eduardo foi deixado do lado de fora do hospital pois a ambulância não podia deixá-lo dentro da Posse. Ainda de acordo com a mulher, Eduardo foi deixado na rua, mas não aguentou ficar de pé e desmaiou por conta das dores da fratura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!