sábado, 20 de julho de 2019

Polícia estoura cemitério clandestino em Queimados

Foto/Henrique Coelho/G1


A operação contra a milícia em Queimados que culminou com 22 mandatos de prisão realizados na última quinta-feira (18), continuou com seus desdobramentos. Isso porque agentes da polícia civil estouraram um cemitério clandestino, que de acordo com as investigações era usado pela milícia. 

As investigações foram intensificadas após a polícia encontrar sangue e um facão dentro de um carro no momento da prisão de um dos suspeitos. Os policiais então encontraram o local ainda na noite da quinta, uma área rural de Queimados. 

De acordo com os agentes os corpos teriam sido achados dentro de um poço artesiano. (Henrique Coelho/G1

Na manhã da sexta-feira (19), os agentes encontraram corpos no local, que segundo os policiais eram de possíveis vítimas dos milicianos conhecidos como Caçadores de Ganso. 

Ainda de acordo com os policiais, os corpos seriam de vítimas que haviam sido exterminadas na última quarta-feira (17), horas antes da realização dos mandatos. Os policiais ainda confirmaram que um dos corpos apresentava golpes de facão, possivelmente a mesma arma achada no carro no momento da prisão. Havia ainda no local outro corpo decapitado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!