segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Apesar de aviso de mototaxistas, aumento no valor da passagem não está autorizado pela secretaria de Transportes

Redação - Os pessoas que utilizam serviços de mototáxi no município foram pegos de surpresa com o aviso do aumento do preço da passagem do transporte em Queimados. Uma faixa em um dos pontos de embarque e publicações nas redes sociais alertam sobre o acréscimo de 25% no valor da tarifa. Ou seja, um trajeto que, atualmente, custa R$ 4, passaria para R$ 5. Entretanto, a secretaria municipal de Transporte e Trânsito nega a autorização para o acréscimo. 

O órgão deve se reunir ainda nesta segunda (12) com os profissionais da categoria e ratificar que o serviço de transporte de mototáxi no município é regulamentado e só pode ter acréscimo na tarifa de acordo com as normas legais. Segundo a divulgação, a mudança no valor do preço seria a partir do dia 1º de dezembro.

Em conversa telefônica com nossa reportagem, o Supervisor de Transporte do órgão Municipal Ricardo Silva explicou a situação: "Alguns profissionais querem o aumento outros não. Por se tratar de um transporte regulamentado, não pode mudar o preço da tarifa sem autorização legal. Junto com o secretario Antônio Almeida, faremos um encontro e não vamos outorgar a mudança. Quem cobrar a mais estará sujeito às sanções legais", disse. 

Publicidade
Nas redes sociais, a insatisfação é clara. A grande maioria dos comentários se coloca contra o aumento da passagem. "O preço da tarifa dos ônibus não aumentaram, não pode aumentar assim", diz uma passageira. "É só o povo parar de usar o serviço, quero ver eles continuarem com isso", ressaltou outro internauta. 

Os mototaxistas ressaltam o alto preço da gasolina para legitimar o aumento da passagem: "Seguramos enquanto pudemos", diz o autor da postagem.

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!