segunda-feira, 28 de maio de 2018

Serviços param em Queimados ainda sob efeitos da greve dos caminhoneiros

Rede municipal de ensino suspende aulas até quarta-feira em virtude dos efeitos causados pela greve dos caminhoneiros

Já as unidades básicas de saúde irão atuar com atendimento reduzido e a coleta de lixo está sendo feita de forma emergencial. Frota de ônibus está reduzida em 25% 

Redação - Os efeitos causados pela greve dos caminhoneiros, principalmente a falta de combustível nos postos de gasolina, continuam gerando transtornos para o município de Queimados. Sem transporte escolar para os alunos e a dificuldade de locomoção encontrada pelos professores, fez com que a Secretaria Municipal de Educação suspendesse até a próxima quarta-feira (30) as aulas nas escolas da rede municipal de ensino.
Outro setor bem afetado pela greve foi o de Conservação e Serviços públicos. A coleta de lixo, remoção de entulhos e outros serviços estão sendo feitos em regime de operação especial.  A orientação é que os moradores evitem ao máximo fazer descartes desnecessários e que haja uma conscientização no sentido de reduzir a produção dos resíduos neste momento difícil.
Na saúde, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) não irá funcionar nesta terça-feira (29). As unidades de básicas de saúde, o Centro Especializado no Tratamento da hipertensão e Diabetes (CETHID) e o Centro de Especialidades Médicas (CEMEQ) funcionarão com atendimento reduzido. As viaturas da saúde farão o transporte de pacientes somente para tratamento no município, entre eles o de hemodiálise.
O transporte coletivo de passageiros por ônibus continua prejudicado. As empresas estão sem combustível para reabastecer a frota, que hoje atua com 25% da sua capacidade, tanto nas linhas municipais, quanto nas intermunicipais. Já as vans que fazem o trajeto Queimados/Central operam normalmente.
As aulas da Vila Olímpica do município também foram suspensas nesta terça-feira (29). Na Defesa Civil, o plantão 24 horas funciona normalmente, assim como o programa  Ronda Municipal, da Secretaria de Segurança e Ordem Pública. “Assim que o abastecimento for restabelecido, a prefeitura voltará a oferecer normalmente os serviços que dependem de deslocamento por automóveis. Contamos com a compreensão de toda a população”, concluiu o prefeito Carlos Vilela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!