segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Vilela vai ao estado pedir providências para a segurança de Queimados pela sexta vez

Prefeito de Queimados foi recebido por Pezão e teve a garantia de aumento do efetivo no 24° BPM e até intervenção de tropas federais


Redação - Fernando Pezão, na manhã desta segunda (9). O chefe do executivo do município entregou um ofício pedindo providências do estado para a segurança na cidade. Pezão ligou para o secretário de segurança, Roberto Sá, e o comandante-geral da PM, Wolney Dias, e pediu providências para atender às solicitações do prefeito.

Vilela entregou um ofício ao governador (de acordo com a publicação, pela sexta vez este ano) pedindo reforço no efetivo do 24° BPM e a viabilização urgente  da transferência da 1° Companhia do batalhão para o bairro Nova Cidade. O prefeito ouviu a garantia de Pezão que cerca de 100 homens irão reforçar o efetivo na cidade.

Pezão ainda disse que vai cobrar rigor nas investigações do atentado ao Bar do Ramon, ocorrido na tarde deste domingo (8), que matou 2 pessoas e feriu cinco. Há ainda a possibilidade de solicitar as tropas federais, se preciso, para combater a criminalidade. 

Veja na íntegra a postagem do prefeito:

"Amigos.
Não dá para aceitar que atos de terrorismo como o de ontem aconteçam mais em nossa cidade. Todos sabem que segurança pública é tarefa constitucional do Estado e da União, mas enquanto gestor municipal não dá para ficar inerte.
Hoje, pela manhã em audiência com o Governador Pezão reiterei os diversos pedidos de aumento de efetivo policial e outras providências em prol da segurança, que temos feitos constantemente ao comando geral da PMERJ.
Já oferecemos à polícia um espaço para a descentralização da companhia destacada do 24º BPM, consertamos viaturas policiais, demos gasolina, aumentamos a iluminação pública, mas não temos poder de polícia, nem armas.
O que mais é preciso acontecer para as tropas federais virem para a Baixada Fluminense? Ou elas só atuam quando o problema acontece na Zona Sul?
A todas as famílias de Queimados vítimas da violência, saibam que estamos solidários, que não ignoramos a sua dor e que estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para que possamos viver nossas vidas sem medo.
Não é hora para oportunismo e sim de reação".




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!