segunda-feira, 24 de abril de 2017

Queimados terá história contada no Carnaval de 2018

Escola iguaçuana Império da Uva irá homenagear cidade da Baixada Fluminense para continuar sua trajetória vitoriosa rumo à Marquês de Sapucaí

Redação-Rio. “Dos trilhos da história, Queimados na estação do futuro”. Este é o enredo que a GRES Império da Uva vai levar no próximo ano para a Intendente Magalhães em busca do título da série C do Carnaval carioca e, assim, continuar sua trajetória vitoriosa rumo à Marquês de Sapucaí. O anúncio oficial ocorreu no último domingo (23), na quadra da agremiação, no bairro de Carmari, em Nova Iguaçu, durante a tradicional feijoada dedicada a São Jorge realizada todos os anos no local.

Uma comitiva do município de Queimados compareceu à quadra da escola e prestigiou o evento, que também apresentou a logomarca do desfile, que destaca a igreja de Nossa Senhora da Conceição, principal patrimônio histórico da cidade, a estrada de ferro construída na época de D. Pedro II e o vapor das fábricas do Distrito Industrial. Entre as autoridades presentes, estavam o prefeito da cidade homenageada, Carlos Vilela, o vice Machado Laz e os secretários municipais de Cultura, Marcelo Lessa e o de Esporte e Lazer, Júlio Coimbra.

Em 2017, a Império da Uva sagrou-se campeã da série D com o enredo: “Brasil Africano o canto dos silenciados”. Na ocasião, a escola levou para a Intendente Magalhães dois carros alegóricos e 600 componentes. A expectativa para o próximo ano é de pelo menos 700 componentes e de três alegorias. Os integrantes da agremiação compareceram em peso ao anúncio do enredo e mostraram mais uma vez a força da comunidade, entre eles: o patrono Vicente de Paula, a rainha de bateria Verônica Lima, o carnavalesco Miro Freitas, o casal de mestre sala e porta-bandeira Jorginho e Fofinha, além, é claro, das baianas.

O prefeito de Queimados, Carlos Vilela, recebeu com entusiasmo a  notícia de que sua cidade será enredo de escola de samba. “Temos uma história muito rica, tem tudo para ser um belo desfile. O município vai ser parceiro da escola na luta para chegar à Sapucaí. Não entendo muito de samba, mas fiquei impressionado como a bateria está alinhada. Ver essa sintonia deu a certeza que a escola lutará pelo primeiro lugar”, previu o prefeito.

Enredo lembrará chineses e da Princesa Isabel

De acordo com o presidente da Império da Uva, Hernalton Portuga, o próximo passo será a entrega da sinopse do enredo, prevista para o dia 11 de junho. “Estamos fazendo uma pesquisa sobre a cidade. Vamos falar sobre os chineses que trabalharam na ferrovia, vamos recordar a casa que a princesa Isabel tinha na cidade e a luta pela emancipação, já que Queimados pertenceu a Nova Iguaçu e também vamos ressaltar o avanço econômico  obtido nos últimos anos”, adiantou.

O presidente da escola disse ainda que os compositores terão até 7 de setembro para concorrerem ao samba. “Depois da explanação do enredo, vamos abrir as inscrições para a disputa do samba. Não terá cobrança de taxa e qualquer compositor poderá participar. Na semana seguinte, vamos apresentar o samba vitorioso à comunidade”, revelou.


A Império da Uva foi fundada em 15 de novembro de 1980. Já foi 10 vezes campeã do Carnaval de Nova Iguaçu, estreou no Carnaval carioca em 2015, conquistando o título do grupo E, no ano seguinte, ficou em terceiro no D, e neste ano garantiu o acesso para o grupo C ao conquistar o campeonato da série D. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!