segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Protesto continua: Três policiais são presos neste domingo

Redação - E os protestos em frente ao 24° Batalhão da Polícia Militar (Queimados) continuam. Dezenas de familiares de policiais militares ainda estão acampandos na entrada da unidade desde a meia noite da última sexta-feira e, segundo os próprios manifestantes, sem previsão para a desocupação. No último sábado, até o comandante do batalhão, Ten. Cel. Souza, foi impedido de entrar na unidade. Mesmo assim, há policiamento na cidade. Os agentes estão fazendo a rendição em locais estratégicos. 

A Revista Queimados apurou que mais três policiais foram presos neste domingo (12). Segundo informações, a viatura que fazia patrulhamento no bairro São Miguel foi abordada por manifestantes e os agentes coagidos a voltarem para o batalhão. Com isso, o 3º SGT Reginaldo Barboza Peixoto, o 3º SGT Vagner Marcos da Cruz e o Subtente Inácio Oliveira de Souza foram presos por dois artigos do código penal militar: Deixar o militar de desempenhar a missão que lhe foi confiada (detenção, de três meses a um ano) e Desobedecer a ordem legal de autoridade militar (Detenção de até seis meses). Eles foram encaminhados ao batalhão prisional da PM. 

Manifestantes desistem de reunião com o comando do 24°

O comando do 24° BPM havia marcado uma reunião para iniciar o diálogo com os manifestantes que acampam na entrada do batalhão desde a última sexta. O encontro estava marcado para a tarde do último sábado, mas os representantes das famílias dos policiais resolveram não comparecer, pois acharam que o intuito era enfraquecer a "barreira humana" instalada em frente à corporação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!