quinta-feira, 17 de março de 2016

Zaqueu Teixeira deixa o Partido dos Trabalhadores

Redação-Rio. O que todos esperavam se confirmou na tarde desta quinta-feira. O Deputado Estadual Zaqueu Teixeira apresentou carta de desfiliação do Partido dos Trabalhadores e deve assinar ainda hoje sua filiação no PDT, de Carlos Lupi, em cerimônia na Câmara de Vereadores. O Parlamentar diz que “não foi uma decisão fácil”.  Segundo ele,  o preço afetivo pela sigla é enorme, pois foi no PT que iniciou sua trajetória política, mas após bater em muitas portas e não encontrar o respaldo necessário, chegou a conclusão de que não está mais colaborando para um bem maior.

Confira trecho da carta de desfiliação do PT

Em 2012 abri mão de ser candidato à Prefeitura de Queimados para apoiar o atual prefeito. Essa aliança era um projeto de fortalecimento do PT na cidade e tinha como contrapartida ter o apoio do atual prefeito na eleição de 2016. Este acordo foi selado com o respaldo do vereador Elton Teixeira, que ajudei a eleger duas vezes, do secretário Ribamar Dadinho, bem como de todo o Partido.

Em 2015, o Encontro Municipal ratificou a candidatura própria e, naquele momento, o único nome colocado era o meu. Surpreendentemente, alguns meses depois, o secretário Ribamar lançou seu nome como pré-candidato, o que é absolutamente legítimo. Contudo, percebemos que o intuito era manter os cargos do seu grupo e dividir o partido com o objetivo de rasgar o acordo firmado, e com isso apoiar o candidato do prefeito que em 2014, apesar dos investimentos do Governo Federal no município, encabeçou o “Aezão”.

Com a certeza do caminho a seguir, busquei apoio no diretório estadual e fui ao presidente nacional do PT para referendar a candidatura própria em Queimados. Contudo, uma decisão definitiva não foi tomada. A resposta que tive foi seguir o calendário do diretório nacional e realizar o encontro municipal em data diversa da aprovada pelo DM, postergando a decisão sobre os rumos do PT em Queimados. Isso somente serviria para enfraquecer o partido que chegaria mais fragilizado pela divisão.

É pelo sonho de ver minha cidade cada dia melhor que encerro este ciclo e dou início a um novo momento político-partidário, onde vai prevalecer um projeto coletivo iniciado em 2003 que pretende governar Queimados de forma participativa. Com a preocupação central de cuidar das pessoas, garantindo Educação de qualidade, a expansão do trabalho e do emprego, provendo saúde para o povo e o direito de ir e vir, por meio da melhoria da Segurança Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!