quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Lei estadual proíbe circulação das charretes em Queimados

Redação - Rio. A polêmica sobre o fim do transporte por carroças voltou à tona nesta quarta-feira em Queimados. É que secretário de Transporte, Segurança e Trânsito de Queimados, Elias José, foi ao ponto no bairro Nova Cidade para distribuir aos charreteiros cópia da lei estadual que proíbe o uso o uso de animais de tração para transporte de materiais, cargas ou pessoas em charretes e carroças em todo o Estado do Rio - (Lei 7.194/16) sancionada pelo governador Pezão no último dia 8 – e para informá-los que os serviços terão que ser paralisados na primeira segunda-feira após o Carnaval justamente para cumprir a legislação mencionada. 

Logo após serem comunicados, os charreteiros protestaram e fecharam a Estrada Pastor Antônio Martins, que liga o bairro Nova Cidade ao Centro. A Polícia Militar teve que ser acionada para que a via fosse desbloqueada, porém, não houve grandes conflitos.

“Seria covardia da nossa parte comunicar a paralisação das atividades apenas em cima da hora. Lá trabalham pessoas simples que muitas vezes não têm acesso aos meios de comunicação. Fomos apenas dar ciência a eles da legislação publicada pelo estado que teremos que cumprir. Demos esse prazo de mais de um mês justamente para que eles não fossem pegos de surpresa”, destacou o secretário Elias José.

Não há legislação que regulamenta o transporte por charretes no município de Queimados, apesar de o mesmo existir há mais de 30 anos. No entanto, os frequentes maus tratos aos animais, adolescentes na condução de carroças, os dejetos dos animais jogados nas ruas e as estruturas inadequadas do transporte reforçam o cumprimento da legislação que não é municipal e sim estadual. 

Segundo a prefeitura, a partir da primeira segunda-feira após o Carnaval, as atividades serão proibidas, quem insistir poderá ser multado e a charrete será recolhida para um depósito público no bairro Paraíso. Já os animais serão encaminhados para um curral particular conveniado com a prefeitura. Ainda de acordo com o governo, a população não ficará sem opção de transporte. No local, circulam ônibus ligando o bairro ao centro por R$ 1,50 e o transporte alternativo de Kombis, que inclusive os charreteiros poderão aderir desde que estejam habilitados e realizem o cadastro na sede da secretaria de Transporte.  

Resultado de imagem para facebook


CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ACONTECE NA CIDADE:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!