quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Força-tarefa contra o mosquito


Exibindo DSC02753.JPGExibindo DSC02753.JPGA Prefeitura de Queimados iniciou nesta quarta-feira (9) uma operação força-tarefa visando o combate ao mosquito Aedes Aegypti (transmissor de doenças como a dengue, febre chikungunya e a Zika). Durante entrevista coletiva realizada no Teatro Municipal Marlice Margarida Ferreira da Cunha, que contou com a participação de cerca de 300 servidores, entre diretores das escolas municipais, dos postos de saúde, dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e dos secretários municipais, o prefeito Max Lemos anunciou uma série de medidas para intensificar as ações preventivas já realizadas nos 32 bairros do município.

Entre as ações da campanha “Queimados contra o mosquito” estão as vistorias técnicas às residências – onde se encontram cerca de 90% dos focos do mosquito – pelos 162 agentes de endemia que compõem o quadro municipal, o uso de carros fumacês, passeatas de conscientização e intensificação dos serviços de retirada de entulhos e coleta de lixo pelos próximos 15 dias em nove bairros da cidade. Os primeiros bairros beneficiados foram: Paraíso, Porteira, São Francisco e Vila do Tinguá, que receberam os serviços já nesta quarta-feira. Eles se estenderão até o próximo sábado nessas localidades. Em seguida, na próxima segunda-feira (14), serão direcionados para os bairros Granja Alzira, Eldorado, São Roque, Santa Eugênia e Centro.

Também serão realizadas ações de caráter educativo, como palestras, reuniões, atividades lúdicas nas escolas e instituições religiosas da cidade. Outro ponto levantado foi à necessidade da notificação dos proprietários de terrenos e loteamentos sem uso, que geralmente acumulam água e possíveis focos do mosquito. Foram montados ainda dois pontos de atendimentos às grávidas com suspeita de Zika, um no prédio que funciona o setor de Vigilância em Saúde (Avenida Irmãos Guinle, n° 673 – Centro) e no Centro de Tratamento de Hipertensão e Diabetes (Rua Onze, s/n° – Vila Pacaembu). O atendimento pré-natal continua funcionando normalmente nas unidades básicas de saúde como as Estratégias de Saúde da Família (ESFs), Clínicas da Família e Postos de Saúde. 

90 casos de Zika notificados

De acordo com o prefeito Max Lemos até o momento o município registra 90 casos suspeitos de Zika, sendo duas gestantes, ainda sem confirmação do diagnóstico. “Mas já é o suficiente para ficarmos em alerta. Vamos intensificar nossas ações preventivas em cada bairro, mas a participação da população é fundamental”, disse o prefeito que ainda completou. “Vou propor ações conjuntas com os outros municípios da região, pois o mosquito não tem fronteiras. Peço aos moradores que nos ajudem e que tirem pelo menos 10 minutos do dia para verificar os possíveis focos do mosquito. Juntos, vamos vencer o mosquito”, acredita Lemos.

Queimados tem aproximadamente 80 mil imóveis que recebem cinco visitas ao ano. Além da participação dos agentes de endemia que tiveram o quadro funcional ampliado em 50% no ano passado, as ações contam com a participação de apoiadores técnicos, supervisores, servidores de entomologia (identificação de várias espécies de mosquitos existentes) e voluntários. Segundo o último Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (Lira), divulgado em outubro, o município obteve 1,84 % de índice de dengue, ou seja, em situação de controle, porém, em estado de alerta.

Na semana passada, os agentes de combate a endemias e os servidores das ESFs do município participaram de palestras de capacitação sobre a Zika e febre Chikungunya, quatro dias de atividades no auditório da Igreja Presbiteriana, no Centro. No próximo dia 18, acontecerá uma grande caminhada de conscientização saindo às 9h do bairro Porteira em direção ao Centro.
De acordo com a secretária municipal de Saúde, Drª. Fátima Sanches, o evento terá como objetivo sensibilizar a população para os cuidados a serem tomados no interior das residências com a eliminação de possíveis depósitos geradores de mosquitos. “Será o dia Z. Todos contra a Zika. Vamos intensificar a coleta de lixo nos terrenos baldios e as ações preventivas, mas precisamos da ajuda da população. O povo mais a prefeitura vão juntos combater o mosquito”, afirmou a secretária.

2 comentários:

  1. quando vai ter vacinaçao contra esses mosquitos

    ResponderExcluir
  2. Eu já fiquei sabendo de 2 casos de morte por conta da zica, uma delas foi doDouglas dos Santos, motorista da Gardel. Que foi sepultado na semana passada.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!