terça-feira, 21 de julho de 2015

Incêndio que atingiu Parque Natural pode ter sido criminoso


REDAÇÃO: Um incêndio atingiu o Parque Natural Municipal do Morro da Baleia, no bairro Tri Campeão, em Queimados, na Baixada Fluminense, na manhã desta terça-feira (21). Agentes da Guarda Ambiental municipal, munidos de equipamentos de combate a incêndios em áreas de vegetação, tiveram trabalho para apagar o fogo e, duas horas e meia após, as chamas foram controladas. Cerca de 30% da área que mede aproximadamente três hectares foi devastada pelo fogo. A secretaria municipal do Ambiente não descarta a hipótese de o incêndio ter sido provocado por terceiros e solicita ajuda à população para obter mais informações.

Por causa dos fortes ventos na localidade, a equipe está de prontidão para evitar novos focos de incêndio. Em épocas de baixa umidade relativa do ar, típicas dos meses de junho a setembro, o número de notificações em relação a queimadas aumenta significativamente.  O tempo aberto, o mato seco com vegetação densa e o vento forte são fatores que contribuem para o surgimento dos focos, propagando as chamas com mais intensidade. Segundo a avaliação primária no local, o fogo atingiu a vegetação rasteira (gramínea) e pequenos arbustos. O local é habitat de diversos animais silvestres e, com o incêndio, pode haver uma migração para área urbana, enquanto o local não é recuperado, permitindo assim o retorno dos mesmos ao ambiente de origem.

Parceria com a população

A rápida intervenção da equipe da Guarda Ambiental foi fundamental para que as chamas não atingissem uma área com vegetação centenária. “Quando recebemos o chamado, viemos rapidamente e encontramos muita fumaça e fogo. Nossa preocupação maior era não permitir que as chamas não atingissem uma extensão muito grande com uma vegetação seca e próxima à área urbana.Por já estarmos realizando medidas de prevenção para auxiliar no combate aos focos,nossa equipe conseguiu êxito e evitamos o pior”, disse o diretor da Guarda Ambiental, Alex Groetars.


O local, em 2013, recebeu o programa “Tempo de Plantar”, que visa a execução de plantio, replantio e manutenção de mudas nativas de mata atlântica. A Unidade de Conservação do Parque Natural do Morro da Baleia recebeu o plantio de 40 mil árvores de espécies nativas por alunos da rede pública municipal de ensino. O secretário municipal do Ambiente, Alex Dornellas, pede ajuda à população para poder elucidar o motivo da queimada: “Entre algumas opções, não descartamos a incêndio criminoso. Colocamos os telefones da secretaria que são 3698-7740 e 2665-7739 para qualquer informação sobre o ato”, relatou.

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ACONTECE NA CIDADE:


2 comentários:

  1. tempestade de chamas do semi abandono ecológico ,aumenta a emissão de gases poluentes ,contribui para o aquecimento global e coloca em risco espécies de animais e plantas do ecossistema sou residente local testemunho quase sempre caçadores de animais com gaiolas e estilingues que ignoram a placa de advertência contra a prática ilegal ,meu coração esta partido por que vi um cadáver de uma árvore ceifada sem piedade e lixos por toda parte residencial e industrial despejado sem controle no solo é hora de abrir concurso prefeitura para convocação de guardas ambientais ,ois essa função é contratada por meio de concurso que Deus olhe por Queimados .

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!