quinta-feira, 30 de abril de 2015

Muita emoção no adeus a Gonzaga

No sepultamento, várias homenagens ao primeiro vice-prefeito de Queimados

Fotos: Luiz Ambrósio

"Gonzagão" foi enterrado hoje em Queimados
Leandro Machado - Em um clima de muita emoção, o corpo de Luiz Gonzaga de Macedo foi enterrado na tarde desta quinta-feira (30), no cemitério municipal da Jaqueira, em Queimados. O primeiro vice-prefeito e um dos ícones da emancipação da cidade morreu aos 90 anos vítima de uma infecção urinária, na manhã do mesmo dia. O Prefeito Max Lemos e muitos representantes da classe política do município foram dar seu último adeus ao conhecido “Gonzagão”. Cerca de 100 pessoas foram se despedir de um grande lutador pela liberdade de expressão e pela democracia na Baixada Fluminense.

Luiz Gonzaga era casado e deixa três filhos e sete netos. No velório homenagens com coroas de flores de grandes nomes da política como da família Picciani e do atual Prefeito de Queimados, Max Lemos, mostra a importância de Gonzaga no cenário político. Max lamentou a morte de “Gonzagão” e destacou sua importância no cenário político da cidade: “Um dos homens mais inteligentes que conheci. Um homem que lutou muito por nossa cidade. Ouso em dizer que, se não fosse Gonzaga, nós não estaríamos aqui como município”, disse emocionado.

Amigos carregam o caixão de Gonzaga
Emocionado, o primeiro prefeito de Queimados, Dr. Jorge Pereira, também falou sobre Gonzaga, que foi seu vice na primeira eleição da cidade em 1992: “Ele era um entusiasta. Autodidata e com uma inteligência invejável. Foi combatente ferrenho para a emancipação e tive a honra de aprender política com ele”, ressaltou. O presidente da Câmara de Vereadores de Queimados, Milton Campos, também fez sua homenagem: “Gonzagão influenciou muito na minha vida e me lançou como político. Queimados perde não só um grande político, como uma grande pessoa”, finalizou.


Mais sobre Gonzaga

Max se emociona a falar de Gonzaga
Nascido no Rio Grande do Norte, ele chegou à cidade em 1954, oriundo dos seringais da Amazônia,
razão por que fazia questão de se autodenominar 'caboclo'.  Autodidata, conhecedor profundo de política e exímio orador, Gonzaga era uma figura carismática e conhecida por suas lutas sociais. Em 1984, engajou-se na batalha pela emancipação de Queimados, cuja primeira votação, em 1987, não alcançou quorum suficiente. A causa foi retomada em 1989 e no dia 25 de novembro de 1990, Queimados alcançava a condição de município, tendo Gonzaga como um dos principais líderes desse processo.


Em 1992, primeira eleição municipal, o 'caboclo' Luiz Gonzaga de Macedo se elege primeiro  vice-prefeito de Queimados, na chapa encabeçada pelo Dr. Jorge Pereira e assume a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Agricultura. Gonzaga foi também um dos fundadores do Radioclube de Queimados (Rádio Novos Rumos), que presidiu no período 2004/2005. Atualmente, Luiz Gonzaga de Macedo presidia a Associação Circo Social Baixada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!