terça-feira, 10 de março de 2015

Queimados sedia Campeonato Estadual de Taekwondo neste domingo

Texto de Leandro Machado: Neste domingo (15), o município de Queimados vai vibrar com Ap tchaoligui, Dolio Tchagui, Tigô tchagui, Mondolio rurio tchagui e até mesmo o Sambal Tchagui. Você não faz a mínima ideia do que significam estes termos? Fique tranquilo, pois muita gente não conhece, mas cerca de 1.500 pessoas vão lotar o Ginásio Municipal Poliesportivo Metodista (Avenida Vereador Marinho Hemetério de Oliveira s/nº - Vila Pacaembu), a partir das 8h, para acompanhar estes e outros golpes de Taekowondo, na primeira etapa do Campeonato Estadual da modalidade.
A competição terá quatro categorias ranqueadas (Infantil, Juvenil, Cadete e Master), além da Mirim, que serve para estimular as crianças na prática do esporte. Gilson Baracho,  presidente da Federação Fluminense de Taekwondo, garante uma excelente etapa, pois todos querem começar a competição em grande estilo: “Serão disputas emocionantes certamente. Os atletas têm alvo nas Olimpíadas de 2016 e não medirão esforços para chegar lá”, disse.
O Secretário Municipal de Esporte e Lazer, Professor Luiz Carlos Monteiro, vibrou com a oportunidade de Queimados sediar mais uma vez um evento tão importante de uma modalidade olímpica: “Estamos muito próximos das Olimpíadas, onde o Rio será o anfitrião. Motivar os atletas e ajudar na divulgação do esporte é muito especial para nós. O Prefeito Max Lemos sempre nos apoiou muito, pois ele, assim como eu, acredita que a prática esportiva, muda a vida das pessoas para melhor”, disse Monteiro.
Exemplos e um pouco da história
O sonho de muitos é chegar ao nível de grandes atletas como Diogo Silva, medalha de Ouro no PAN do Rio de Janeiro em 2007, e Márcio Wenceslau, que ganhou a medalha de prata na mesma competição. Diogo já disputou o Campeonato Carioca e hoje está filiado a Federação Paulista.
O Taekwondo  foi adicionado ao programa olímpico oficial em 1993, integrando  a partir dos Jogos Olímpicos de 2000, em Sidney (Austrália). No Brasil, o primeiro Campeonato Brasileiro da modalidade ocorreu em 1973, em São Paulo. Em campeonatos de lutas, os atletas deste esporte devem utilizar equipamentos de proteção com o objetivo de não ocorrer ferimentos em função dos golpes. Os equipamentos  servem para proteger a cabeça, o tórax, região genital, pernas, braços e mãos. A vestimenta usada, geralmente na cor branca, chama-se dobok.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!