quarta-feira, 26 de junho de 2013

Queimados vai receber frota de 40 ônibus novos e adaptados para deficientes físicos

 Prefeito Max Lemos determina a redução das tarifas das passagens para R$ 2.65


 Foto: Luiz Ambrosio
Dine Estela: Ao contrário da maioria das cidades que reajustaram os preços das passagens há cerca de 30 dias, o município de Queimados além de não ter aumento, ainda está reduzindo as tarifas das passagens, por conta dos incentivos federais. O anúncio foi feito pelo prefeito de Queimados, Max Lemos, na tarde da última terça, 25. Desde esta quarta-feira (26), as passagens já estão custando R$ 2.65. A redução de R$ 0, 10, será custeado pelo Governo Federal através  da Medida Provisória 617, que elimina a incidência de PIS/Cofins sobre a receita das empresas de transportes urbano rodoviário, metroviário e ferroviário. A alíquota anterior era de 3,65%.

O prefeito Max Lemos tem acompanhado atentamente as manifestações em Queimados e diz que a voz das ruas precisa ser ouvida pelos governos que são eleitos pelo povo. “Mesmo que a redução das tarifas na cidade, não tenha sido o apelo principal das manifestações em Queimados, resolvemos baixar os preços das passagens, já que o Governo Federal está contribuindo com as desonerações fiscais”, analisou o prefeito. O prefeito anunciou ainda, que a cidade irá receber até o final de julho, uma nova frota de ônibus, zero quilômetro, adaptada para deficientes físicos.

Segundo o secretário de Transportes, Trânsito e Ordem Pública, capitão Elias José, além da redução das passagens dos ônibus, o governo está preparando um pacote de medidas que irá oferecer mais qualidade nos serviços de transportes públicos e mobilidade urbana. “Vamos ampliar as linhas e itinerários, por conta dos novos empreendimentos imobiliários que estão surgindo na cidade, principalmente do Programa Minha Casa, Minha Vida, além de regular outros serviços que já estão em atuação, como os taxis e motos”, analisou o secretário.

Reduções fiscais desoneram o serviço

O Governo Federal acredita que os incentivos do Governo Federal possam produzir a redução dos custos de toda a cadeia do transporte público, desde a fabricação de ônibus e vagões de metrô até os serviços de transporte, passando pela compra de combustíveis e outros insumos utilizados pelo setor. As principais medidas tomadas foram a desoneração da folha de pagamentos para o setor de transportes urbano rodoviário, metroviário e ferroviário.

Segundo informações do Planalto, desde janeiro de 2013, foi eliminada a contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha de pagamento das empresas de serviço de transporte. Em contrapartida, essas empresas passaram a pagar apenas 2% sobre seu faturamento, com impacto anual estimado de R$ 1,45 bilhão e para fabricação de ônibus e equipamentos ferroviários.

___________________________________________________________________________________




Curta a página oficial da Revista Queimados.com no Facebook e saiba das principais notícias da cidade e concorra a prêmios todo mês. Clique no link: http://www.facebook.com/pages/Revista-Queimadoscom/281646351865481



16 comentários:

  1. DINE ESTELA O prefeito Max Lemos disse que tem acompanhado atentamente as manifestações em Queimados e diz que a voz das ruas precisa ser ouvida pelos governos que são eleitos pelo povo. “Mesmo que a redução das tarifas na cidade, não tenha sido o apelo principal das manifestações em Queimados, resolvemos baixar os preços das passagens, RESPONDA AO POVO DE QUEIMADOS QUAL É O APELO PRINCIPAL DAS REVINDICAÇÕES DAS MANIFESTAÇÕES EN QUEIMADOS? O BRASIL TÁ MUDANDO VAMOS SAIR DE TRÁS DO MURO , VAMOS MUDAR , VAMOS SER IMPARCIAL , VAMOS ACABAR COM O JEITINHO, VAMOS ACABAR COM A SACANAGEM E A MENTIRA , PORQUE HOJE JÁ FOI APROVADO O PROJETO LÁ NO SENADO QUE TORNA CORRUPÇÃO EN CRIME HEDIONDO SERÁ TÃO GRAVE QUANTO O ESTUPRO.

    ResponderExcluir
  2. VIVA A DEMOCRACIA!!!! VIVA A DEMOCRACIA!!!! AGORA NÃO TEM MAIS JEITO " SENADO APROVA PROJETO TORNANDO CORRUPÇÃO (CORRUPTO E CORRUPTOR) EN CRIME HEDIONDO. VIVA A DEMOCRACIA!!!! VIVA A DEMOCRACIA!!!! VIVA A DEMOCRACIA!!!!

    ResponderExcluir
  3. Valeu Max Lemos a gente estava precisando muito

    ResponderExcluir
  4. Senhor Prefeito, do q adianta mandar ônibus adaptados, se a cidade não tem acessibilidade para os deficiêntes? Professor Francisco!

    ResponderExcluir
  5. Eu como deficiente e morador da cidade, sofro com a falta de acessibilidade, não adianta falar em desenvolvimento com a mentalidade de província. Professor Francisco!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Medida adotada mais que justa, pois os tranposrtes além de estarem em péssimo estado de conservação, tem uma tarifa muito alta para o que oferecem, além de algumas linhas como a "Granja Alzira" tem um intervalo enorme de um coletivo para o outro.
      Uma outra questão é com relação da ampliação de linha e , temos diversos jovens que fazem faculdades em outros municipios em especial Seropédica - UFRRJ, que muitas vezes precisam morar no municipio por conta do tempo, transtorno - um aluno que estuda na Rural precisa sair do municipio as 15:00hs para estar na faculdade às 18:00, porque ele precisa ir para Cabuçu e de lá embarcar em outro coletivo que vem de Nilópolis, ou ir de trem para Japeri, depois Paracambi e de lá embarcar em outro coletivo para a Universidade, e ainda além do horário ser muito tarde. Peço que que o Gestor municipal e o Secretário pensem com muito carinho e vontade em alternativas para viabilizar um melhor acesso ao transportes desses jovens que precisam ser deslocar para outros municipios, uma vez que no nosso ainda não existe faculdades públicas e somente uma particular, o que não atende a demanda. Nilcelene Moreira

      Excluir
    2. Medida adotada mais que justa, pois os tranposrtes além de estarem em péssimo estado de conservação, tem uma tarifa muito alta para o que oferecem, além de algumas linhas como a "Granja Alzira" tem um intervalo enorme de um coletivo para o outro.
      Uma outra questão é com relação da ampliação de linha e , temos diversos jovens que fazem faculdades em outros municipios em especial Seropédica - UFRRJ, que muitas vezes precisam morar no municipio por conta do tempo, transtorno - um aluno que estuda na Rural precisa sair do municipio as 15:00hs para estar na faculdade às 18:00, porque ele precisa ir para Cabuçu e de lá embarcar em outro coletivo que vem de Nilópolis, ou ir de trem para Japeri, depois Paracambi e de lá embarcar em outro coletivo para a Universidade, e ainda além do horário ser muito tarde. Peço que que o Gestor municipal e o Secretário pensem com muito carinho e vontade em alternativas para viabilizar um melhor acesso ao transportes desses jovens que precisam ser deslocar para outros municipios, uma vez que no nosso ainda não existe faculdades públicas e somente uma particular, o que não atende a demanda.

      Excluir
    3. RETIFICAÇÃO FAZ :HOJE NÃO É PERMITIDO FABRICAR ONIBUS SEM ESTAR DENTRO DAS NORMAS TECNICAS ESPECIFICADAS PELO INMETRO,ISSO É CLARO, PORTANTO NÃO TEM NADA A VER COM O PREFEITO DE QUEIMADOS ESSES ONIBUS E O CUMPRIMENTO DA LEI No 10.098, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2000., QUE NA VERDADE NÃO PODEM SER CHAMADOS DE ADAPTADOS POIS FORAM FABRICADOS APÓS 2010, SENDO ISSO TODOS OS ONIBUS FABRICADOS APÓS ESSA DATA SÃO IGUAIS AQUI OU EN QUALQUER PARTE DO BRASIL!!

      Excluir
    4. Gostaria de saber se o VPM de Queimados, já usou uma bengala e andou com os olhos vendados? O ônibus adaptado é ótimo, mas quando descer dele cadê a acessibilidade? Vou encontrar ruas esburacadas, frangueiras, bancas de lojas e camelôs q ficam no meio da calçada, bueiros abertos. Gostaria de informar tbm q pela nomenclatura não existe pessoa portadora de deficiência, mas sim, pessoa com deficiência, pq deficiência não se porta!Portador é de droga , de documento ou de arma!!! Professor Francisco!

      Excluir
    5. SRA. JANE ROCHA AO SEU CONHECIMENTO A ACESSIBILIDADE URBANA EN QUEIMADOS É DESCUMPRIDA PELA PREFEITURA. TODOS OS ONIBUS FABRICADOS NO BRASIL APÓS 2010 TERÃO QUE SEGUIR AS NORMAS TECNICAS DE ACESSIBILIDADE PORTANTO SÃO TODOS IGUAIS E NÃO ADPTADOS E NO QUE DIZ A EXPRESSÃO (PESSOA PORTADORA DE DEFICIENCIA) ISSO É O CORRETO E É O QUE DIZ A LEI No 10.098, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2000, A SENHORA PODE CONSULTAR PARA MAIORES ESCLARECIMENTOS NO ENDEREÇO:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l10098.htm AQUI DIZ A LEI
      Presidência da República
      LEI No 10.098, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2000.
      Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências.
      O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
      Art. 1o Esta Lei estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, mediante a supressão de barreiras e de obstáculos nas vias e espaços públicos, no mobiliário urbano, na construção e reforma de edifícios e nos meios de transporte e de comunicação.
      Art. 2o Para os fins desta Lei são estabelecidas as seguintes definições:
      I – acessibilidade: possibilidade e condição de alcance para utilização, com segurança e autonomia, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos transportes e dos sistemas e meios de comunicação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida;
      II – barreiras: qualquer entrave ou obstáculo que limite ou impeça o acesso, a liberdade de movimento e a circulação com segurança das pessoas, classificadas em:
      a) barreiras arquitetônicas urbanísticas: as existentes nas vias públicas e nos espaços de uso público;
      b) barreiras arquitetônicas na edificação: as existentes no interior dos edifícios públicos e privados;
      III – pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida: a que temporária ou permanentemente tem limitada sua capacidade de relacionar-se com o meio e de utilizá-lo;
      DA ACESSIBILIDADE NOS EDIFÍCIOS PÚBLICOS OU DE USO COLETIVO
      Art. 11. A construção, ampliação ou reforma de edifícios públicos ou privados destinados ao uso coletivo deverão ser executadas de modo que sejam ou se tornem acessíveis às pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.
      Parágrafo único. Para os fins do disposto neste artigo, na construção, ampliação ou reforma de edifícios públicos ou privados destinados ao uso coletivo deverão ser observados, pelo menos, os seguintes requisitos de acessibilidade:
      I – nas áreas externas ou internas da edificação, destinadas a garagem e a estacionamento de uso público, deverão ser reservadas vagas próximas dos acessos de circulação de pedestres, devidamente sinalizadas, para veículos que transportem pessoas portadoras de deficiência com dificuldade de locomoção permanente;
      Art. 12. Os locais de espetáculos, conferências, aulas e outros de natureza similar deverão dispor de espaços reservados para pessoas que utilizam cadeira de rodas, e de lugares específicos para pessoas com deficiência auditiva e visual, inclusive acompanhante, de acordo com a ABNT, de modo a facilitar-lhes as condições de acesso, circulação e comunicação.
      CAPÍTULO V
      CAPÍTULO VI
      DA ACESSIBILIDADE NOS VEÍCULOS DE TRANSPORTE COLETIVO
      Art. 16. Os veículos de transporte coletivo deverão cumprir os requisitos de acessibilidade estabelecidos nas normas técnicas específicas.
      Art. 18. O Poder Público implementará a formação de profissionais intérpretes de escrita em braile, linguagem de sinais e de guias-intérpretes, para facilitar qualquer tipo de comunicação direta à pessoa portadora de deficiência sensorial e com dificuldade de comunicação. NÃO DEU PARA COLOCAR TODA LEI NA INTEGRA, É SO CONSULTAR NO ENDEREÇO INFORMADO ACIMA!

      Excluir
    6. Na realidade é a partir de 2009...

      Excluir
  7. VPM o Jana tem toda razão... A acessibilidade em Queimados é quase zero, e a renovação de frota destes 40 carros novos, são da Gardel e não tem nada a ver com o prefeito de Queimados. A frota vai ser renovada, porque já tem 5 anos de uso e ano que vem, vigora a lei que não permitirá a circulação de ônibus sem acessibilidade no estado do Rio de Janeiro.

    Att, Luan Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBS: FOI FEITO A DEVIDA CORREÇÃO NO MEU COMENTARIO EN 27/06/2013., E TAMBÉM FOI ACRESCIDO O COMENTARIO DO DIA 29/06/2013 AONDE EU AFIRMO QUE A PREFEITURA DE QUEIMADOS DESCUMPRE A LEI nº10.098, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2000 que Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências.

      Excluir
    2. Sim exatamente meu caro, acima de tudo, quero deixar claro, que não estou aqui para corrigir ou discutir qualquer coisa, mas uma ratificação, a lei citada acima sobre a acessibilidade em ônibus, oriundos de fábricas, entrou em vigor em 2009. O decreto 29.896, de 23/9/2009, estabelece que até o dia 2 de dezembro de 2014 toda a frota de ônibus do Rio de Janeiro, deverá estar adaptada. Esse mesmo decreto, amparado pelo Decreto Federal nº 5.296/2004, determina que os novos ônibus cheguem ao mercado, de forma gradativa, até atingir a meta de 100% de renovação (assim como foi citado por você). Fora isso, como citei o prefeito não tem uma participação, assim, de ordenou ou comprou. Mas sim, está fiscalizando o transporte coletivo queimadense, para que a cada dia se torne melhor. O atual prefeito Max Lemos, tem sim feito um bom trabalho e isso não se faz sozinho, porém, há dificuldades em realizar projetos, mas temos que admitir que a área do transporte e acessibilidade na cidade de Queimados, está muito precária.

      Excluir
  8. Eu tenho uma dica: Assim como a linha Queimados x Nova Iguaçu da Linave tem seu ponto final lá no Camorim, que tal colocar o ponto final do Queimados x Vilar dos Teles tbm da Linave aqui no Ponte Preta? Ou qualquer outra linha que so vai até o centro de Queimados. Depender só da Gardel é horrível. Em dias como sábado, domingo e feriado o horário é irregular. Vamos seguir o exemplo de Belford Roxo, em que os onibus intermunicipais tem seus pontos finais em bairros e não somente no centro do município. Isso vai contribuir tbm para limpar as ruas do centro que ficam com esses onibus estacionados.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!