sábado, 25 de maio de 2013

Autor queimadense é pré-selecionado para a Mostra EXPOSAMBA 2013



Dine Estela, RJ: Em menos de seis meses depois de deixar a Secretaria de Saúde, onde foi Secretário, o queimadense e flamenguista, Ismael Lopes, foi presenteado com a classificação de duas músicas de sua autoria da Mostra EXPOSAMBA 2013, que está sendo realizada, pelo segundo ano consecutivo, em Taubaté, São Paulo. Ismael foi pré-selecionado para fazer duas apresentações, no próximo domingo (26), às 12h e 14h:30.

Ainda na fase preliminar e eliminatória. De cada apresentação de 20 músicas, apenas duas serão classificadas para a próxima fase. As suas músicas são: “Sem Compromisso" e "Colinho Gostoso", ambas de uma safra nova, conta o cantor e compositor. “A primeira uma premonição, composta há pouco menos de um ano, já na reta final da minha saída da SEMUS; a segunda um quase pagode, o primeiro que consegui compor na minha vida com uma letrinha bem 'água com açúcar', com potencial de cair no gosto popular”, explicou.

Ismael e família
Mesmo sendo fã da citação de William Shakespeare, in 'Hamlet' que diz "Há mais mistérios entre o céu e a terra do que pode supor nossa vã filosofia.", ao ser perguntado sobre estar vivenciando o conteúdo das letras, o autor saiu pela tangente ao responder com a citação de Fernando Pessoa. “Cara Dine, Como diz Fernando Pessoa: O poeta é um fingidor, finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente”, respondeu. No entanto, Ismael é casado com Marilsa Batalha há mais de 30 anos e se revela um pai e avô apaixonado e agora, mais do que nunca, ainda mais dedicado à família já que se encontra afastado dos movimentos sociais e políticos de sua cidade.
Ismael Lopes já foi candidato a deputado, prefeito e chegou a se eleger a vereador em Queimados pelo Partido dos Trabalhadores (PT) em 2001, mas sempre teve uma grande paixão pela música e chegou a promover várias “cantorias” pela cidade e participar de alguns festivais de MPB, tendo algumas músicas premiadas e gravadas, como “Rio de Fio a Pavio”, interpretada pelo grupo “Acorde e Cante” e o hino da primeira rádio comunitária do Brasil.

HINO DA NOVOS RUMOS RESUME A HISTÓRIA DA EMISSORA
Ismael e ex-presidentes da rádio Novos Rumos 101,7FM
Segundo o presidente de honra da emissora, Ismael Lopes, o Hino da Novos Rumos foi escrito em 1996, por ocasião do quinto aniversário de inauguração da Rádio e o primeiro de sua reabertura. "A festa estava marcada para as 20 h. Comecei a compor a música, naquele dia (não lembro exatamente a data), por volta do meio-dia. Quando foi lá pras 19 horas, a música estava pronta e chamei o Garret lá em casa para pedir a ele que a apresentasse comigo durante a festa. Demos uma ensaiada e partimos para a festa, atrasados como sempre. A apresentação foi prejudicada porque eu nem tinha decorado direito a harmonia da música e fui tropeçando aqui e acolá nas cordas do violão. Mas, nos viramos, e a cantamos no meio do burburinho da festa, com um microfone 'vagaba' e um som que não alcançava sequer o meio da quadra (naquele prédio da Rua Padre Marques onde funcionou a gráfica do Ivan Calais e um clube, se não me engano, do próprio Ivan e/ou do Moacyr Augusto), sendo ouvidos por pouquíssimas pessoas que estavam mais próximas do palco e mais atentas," Lembrou Ismael.

Alguns dias depois a música foi levada o Alcir fazer o arranjo, mais algumas semanas e a letra estava entrando no estúdio do Alexandre  Monsores para gravar. "Foi num dia de semana (não lembro qual) à noite... Chegamos lá por volta das 19 horas. Eu, Raquel, Mia Bragança, Carlinhos Polidoro, Marlene Rezende e Joyceni Bazeth. Foi emocionante ( e só de lembrar as lágrimas estão rolando pela face).   Juntamos os melhores intérpretes que tínhamos à época na cidade. Só faltou o Garret. Não lembro por quê. Acho que ele estava trabalhando no dia. Realmente não lembro, mas ele foi o primeiro a cantar essa música comigo. 

Foi muito lindo reunir no estúdio aquela galera, aqueles talentos e ver pouco a pouco o trabalho sendo construído. Os arranjos vocais foram feitos na hora, graças aos talentosos Mia e Joyceni. O Polidoro com aquele vozeirão, contrastando com o seu jeito moleque de ser e de cantar, criava um clima ao mesmo tempo solene e descontraído na gravação, que rolou a noite toda... Acabamos já eram 6 horas da manhã.... Fomos direto, então, para o estúdio da Rádio colocá-la no ar.... Coube ao saudoso Mazaropi (as lágrimas voltaram) o privilégio de ser o primeiro programador a anunciar e executar o Hino da Rádio na programação," relatou Ismael.


HINO DA NOVOS RUMOS
Letra e Música: Ismael Lopes de Oliveira

Um dia uma cidade resolveu romper o cerco do silêncio
Imposto pelos todo-poderosos donos dos céus e do ar
E então desafiou as leis injustas e mofadas
E fez valer o seu direito de se expressar
E descobriu a magia da palavra
E o prazer de se ouvir e de poder falar,
Percebeu que a vida tem muito mais graça
Quando a gente pode livremente se comunicar.

Mas veio a força insana e bruta e impôs novo silêncio
Usando e abusando do sagrado nome da Justiça, em vão...
Porém aquele povo que já respirava o ar da liberdde
Não aceitava mais viver embaixo da opressão
E invadiu os palácios e as praças
Exigindo seu direito de falar
E, afinal, novamente rasgou a mordaça
E hoje orgulhosamente vive a cantar:

NOVOS RUMOS, NOVA VIDA PARA TODOS NÓS
NUNCA MAIS NINGUÉM VAI CALAR A NOSSA VOZ.


SEM COMPROMISSO
Autor: Ismael Lopes de Oliveira


Botei bermuda e chinelo,
Mandei o ‘stress’ embora.
Não tenho nenhum compromisso,
Sou dono da minha HORA.
Não devo satisfação
A nenhum chefe ou patrão,
Somente à minha patroa.
Não chego a ser um Marajá,
Mas não posso negar;
Eu estou numa boa
Eu levo a vida que pedi a Deus.
Eu levo a vida que pedi a Deus.

Não quero mais me aporrinhar,
Joguei fora o meu celular;
Se alguém perguntar por mim,
Diz quem sou agora:
Que vivo de papo pro ar,
Nas praias ou no futebol,
Na ‘rodas’, jogando conversa fora...

Botei bermuda e chinelo,
Mandei o ‘stress’ embora.
Não tenho nenhum compromisso.
Sou dono da minha HORA.
Difícil de acreditar,
Mas devo lhe confessar,
Hoje eu sou outra pessoa.
Não vivo como um pop star,
Não como caviar,
Mas estou rindo à toa.

Eu levo a vida que pedi a Deus.
Eu levo a vida que pedi a Deus.

Estou distante das intrigas
Das brigas por coisas banais
Mal leio as manchetes dos jornais
Não tenho grandes ambições
Cansei de viver de ilusões
Só quero agora Alegria e Paz


COLINHO GOSTOSO
Letra e Música: Ismael Lopes de Oliveira

Seu colinho é gostoso demais,
É o aconchego do meu aconchego,
É o calor do seu corpo no meu,
Doce chama do nosso chamego.
Grudadinhos  depois do amor,
Eu mergulho num sono profundo,
Suas pernas são meu cobertor,
Sonho os sonhos mais lindos do mundo...


Você foi um anjo que caiu do céu na minha vida,
A coisa mais linda que me aconteceu...
Agradeço a Deus todos os dias pela sua companhia,
Pela paz que você me traz.
Fiquei tão mal acostumado
Com os mimos que você me faz,
Só quero o seu colinho e nada mais.

___________________________________________________________________________________

Curta a página oficial da Revista Queimados.com no Facebook e saiba das principais notícias da cidade e concorra a prêmios todo mês. Clique no link: http://www.facebook.com/pages/Revista-Queimadoscom/281646351865481



12 comentários:

  1. Bom ve-lo de volta ao seu mais feliz talento. Nos vemos na final. Paulinha

    ResponderExcluir
  2. Muito bom Ismael! Eu gostaria de estar fazendo esse laialá contigo . Vai na fé e boa sorte !

    ResponderExcluir
  3. Muito bom Ismael ! Gostaria de estar no coral , cantando esse laialá contigo ! Vai na fé e boa sorte !

    ResponderExcluir
  4. Chegou a hora de Queimados ter uma escola de samba e brilhar na sapucaí e as cores da escola deveria ser o verde e branco as cores da sua bandeira .

    ResponderExcluir
  5. Chegou a hora de Queimados ter uma escola de samba e suas cores o verde e o branco as cores da nossa bandeira .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem! Eu escolheria azul ,vermelho e branco , homenageando a grande Unidos do Orientee e a São Nicolau , o nome sria Imperio de Queimados , que foi a primeira escola de samba de nosso município.

      Excluir
    2. Muito bem! Eu escolheria azul ,vermelho e branco , homenageando a grande Unidos do Orientee e a São Nicolau .O nome seria Império de Queimados , que foi a primeira escola de samba de nosso município.

      Excluir
  6. ESSE CARA(ISMAEL LOPES) PASSOU ESSES ANOS TODOS ENGANANDO COMO POLITICO DE QUEIMADOS , A CAPACIDADE DELE COMO COMPOSITOR E ENORME, CARAMBA!!!

    ResponderExcluir
  7. Por onde anda Carlinhos Polidoro? Cresci ouvindo seus discos! Não encontro nada sobre seu paradeiro na internet.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!