sexta-feira, 12 de abril de 2013

Cantor de Rock aposta na carreira de produtor musical


Dine Estela, RJ: Com 47 anos, o roqueiro Carlos Rezende, mais conhecido como “Do Rock”, oriundo de Espírito Santo’, mora em Queimados há 40 anos. Hoje o roqueiro se divide entre os shows da banda “Rock na Rua” e a carreira de produtor de eventos. Os últimos grandes eventos produzidos foram o carnaval de Queimados, Reveillon da Globo também na cidade e o aniversário da Feira de São Cristóvão.

_ Nesta carreira de produção de eventos, a primeira coisa que devemos primar é pela responsabilidade e a segunda é respeitar o direito de cada um. Temos de analisar entre o que o artista pede e o que ele realmente precisa. A última coreógrafa me pediu muita luz para um musical, mas ela não sabia explicar que tipo de luz, neste caso, dentro de um teatro fechado. O mesmo acontece com o som. Quando um guitarrista pede um som mais encorpado é preciso saber qual a frequência que ele precisa atingir para que o som fique à contento. Temos de nos adequar ao raider e o imput list de cada um.

Outro cliente que pediu uma área social, na verdade queria uma área VIP. Foi preciso traçar a quantidade e o perfil destas pessoas para montar uma área adequada. Ou seja, um produtor de eventos precisa dominar da ornamentação até os mais sofisticados mapas de palco, que geralmente, são das bandas baianas.

 Estou preparando agora o “Queimados Fest Rock” para outubro que vai reunir várias bandas da Baixada. Será um grande festival de Rock. A ressaca do Rock in Rio. Serão dois dias ininterruptos de rock. Começa no Sábado ao meio dia e termina no domingo, no mesmo horário.

Um comentário:

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!