quarta-feira, 6 de março de 2013

Dia da Mulher será comemorado com serviços gratuitos em Queimados

Márcia Teixeira, 1ª vice-prefeita de Queimados

“Dizem que a mulher é sexo frágil, mas que mentira absurda”. Foi com essa introdução da música “Mulher”, que o tremendão Eramos Carlos homenageou milhões de mães, esposas, filhas, irmãs e netas na década de 80.  Por muito tempo as mulheres foram consideradas o “sexo frágil”, mas o que era frágil se tornou forte. A canção é uma constatação das genitoras na conquista por seu espaço na sociedade. Desde os protestos nas fábricas em que reivindicavam melhores condições de trabalho, salários e direito ao voto, o “sexo frágil” comemora suas conquistas históricas nesta sexta-feira, dia 8 de março, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher. 

A Prefeitura de Queimados, através das secretarias municipais, mesmo sabendo que todo o dia é o dia da mulher preparou uma programação repleta de serviços gratuitos de saúde e de beleza para comemorar o dia. A Praça Nossa Senhora da Conceição, no Centro do município, terá várias tendas que irão oferecer diversos serviços, das 9h às 17h. O dia será marcado por corte de cabelo, sorteio de kits com produtos de beleza, maquiagem, manicure, limpeza de pele, entre outros serviços de estética. 

Na parte de serviços de saúde, preservativos e panfletos sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e Aids serão distribuídos. O objetivo será conscientizar e dar informações sobre os cuidados que devem ser tomados com a prática de relação sexual sem proteção. A ação vai contar ainda com encaminhamento de mulheres para coleta de preventivo oferecida na sede da Vigilância em Saúde (Avenida Irmãos Guinle, n° 673 – Centro) e pesagem de crianças para o programa Bolsa Família. 

Na ocasião, uma artista plástica irá fazer uma pintura à óleo em tela durante o evento.  Recitação de poemas, apresentação circense, balé, show de artistas locais também vão fazer da programação.        

Lei Maria da Penha 

Para conscientizar sobre os direitos da mulher, cartilhas sobre a Lei Maria da Penha (n° 11.340/06) serão entregues. Também será montada uma tenda do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas). O Creas vai funcionar para orientar mulheres vítimas de violência e de como proceder nesses casos, além de encaminhá-las para órgãos de proteção e delegacias especializadas. 

Para a vice-prefeita de Queimados, Márcia Teixeira, a iniciativa é uma forma de unir todos os órgãos da Prefeitura com objetivo em comum: oferecer serviços à população e ao mesmo tempo homenagear as mulheres. "O evento só demonstra a união do nosso governo. Todas as secretarias vão participar de alguma forma e oferecer ainda serviços de utilidade pública. Isso é apenas uma forma de homenagear as mulheres que têm papel muito importante em nossa sociedade, sejam elas donas de casa, mães solteiras ou que trabalham fora para ajudar no sustento de casa”, comentou Márcia Teixeira.  
  
Caminhada e homenagens 

Tia Dalva, símbolo de luta dos direitos da mulher  
O Dia Internacional da Mulher será marcado também pela “Caminhada da Mulheridade”. A caminhada, que começa a partir das 7h30 na Praça dos Eucaliptos (Centro), tem a intenção de combater o sedentarismo, elevar a autoestima e valorizar a pessoa da terceira idade com a distribuição de cartilhas do Estatuto do Idoso. O percurso vai até a Praça Nossa Senhora da Conceição com chegada às 9h. 

Mulheres que representam a luta por seus direitos serão homenageadas. Conhecida por ser um símbolo em defesa da mulher na Baixada Fluminense, Dalva Marcelina Ferreira Martins, de 79 anos, conhecida carinhosamente como Tia Dalva será uma das homenageadas. Tia Dalva é conhecida por ser idealizadora do primeiro movimento feminista da região, em 1985. Outra homenageada será a professora Dulce do Amparo. Ela foi a primeira secretária de Educação de Queimados. No cargo, ficou 12 anos e durante sua gestão mais de 10 escolas foram construídas. 

2 comentários:

  1. ACHEI MUITO LEGAL QUANDO A REVISTA QUEIMADOS FOI CRIADA, MAS HOJE COMEÇO A PERCEBER QUE ESSAS REVISTA É MUITO TENDENCIOSA!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu também estou percebendo isso. É um aliado do executivo, legislativo, e de suas "ramificações".
    Não mostra o lado do povo, como por exemplo as obras aqui do bairro da Paz, que estão paradas e o que foi feito só piorou a situação da comunidade.
    Só mostra os maravilhas.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!