segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Queimados recebeu pipeiros internacionais no 2º Festival de Pipas


O vento europeu que soprou no céu de Queimados facilitou o sobrevôo de pipas que pesavam mais de 800 quilos no ar


Fotos: Dine Estela

Dine Estela, RJ: Espalhadas pelos campos, cerca de 300 pessoas grudavam os olhos no céu de Queimados neste domingo (20). Pelo chão, carretéis de linhas como se ocupassem posições de jogadores. As pipas no ar desenhavam uma competição feroz à base de gritos de “segura, levanta, vai subir, puxa, sai da frente!”.

Em meio à euforia infantil, surgia a grande arraia de 30 metros de comprimento. A pipa "hors-concours" que paralisou o público foi fabricada na Itália por Guilherme Linares Palau e custou €$ 10 mil euros, cerca de R$ 14 mil reais. Guilherme também enfeitou o céu com um Polvo de 13 metros, um Grilo Falante de oito metros, Pinóquio e vários peixes. “Vim por amor mesmo, como utilizo um material superior ao do Brasil, por conta dos ventos europeus que são mais fortes, não acho justo com os competidores do país a minha participação”, contou Guilherme que tem cerca de 180 pipas em seu acervo.

Mas não foram somente as pipas que atraíram a atenção dos participantes, as crianças se divertiram no Pula-Pula, Escorrega Inflável e nas oficinas de bijuterias, pintura e criação de pipas. Para os mais tensos, teve até aferição de pressão arterial oferecida pela Universidade Estácio de Sá. 

Destaque também para Renata Ribeiro, 35 anos, que levou seu filho de 3 anos para aprender a soltar pipa. “Como o pai está trabalhando sobrou para mim, a tarefa de ensinar o meu filho a soltar pipa. Não sabia que era tão emocionante. Fiquei encantada com o evento. Já estou aguardando o próximo”, contou Renata.

A Max Pipas também fez questão de premiar com o Troféu Destaque, o secretário de Esporte, Luiz Carlos Monteiro, pelo incentivo à atividade que foi um sucesso pelo segundo ano consecutivo, além da secretária de Educação, professora Miriam Mota pela organização do evento. Entre os visitantes que receberam os troféus, estava Guilherme Palau que veio direto da Itália para o evento e o Zeca Pipas, um dos brasileiros mais premiados no mundo que subiu uma Centopéia de 30 metros de comprimento. Os troféus foram entregues pelos vereadores: Marquinho Pacotão e Marcelo Lessa. O secretário de Atenção ao Idoso, José Alves de Carvalho (Dequinha) e o vereador Marcelo Fulli também prestigiaram o evento.

Um dos organizadores, o projetista Max Cardoso da Max Pipas, campeão mundial de pipas em 2010, na Índia parabenizou a todos pelo evento e já anunciou o próximo. “Estamos nos organizando para realizar mais um Festival em março ou abril aqui na Baixada. Provavelmente será em Queimados, porque fomos muito bem recebidos”, destacou. O 2º Festival de Pipas de Queimados que aconteceu na Vila Olímpica da Cidade, também teve cunho educativo, orientando os usuários a não utilizar cerol ou a famosa linha chilena que já causou muitos acidentes fatais.

O primeiro lugar na categoria beleza ficou com a pipa Ursinho Puft do José Roberto que recebeu como prêmio uma pipa Parapente, objeto de cobiça dos pipeiros,  2º a pipa O Mago e o Dragão da equipe Tornado que recebeu como prêmio uma pipa Asa Delta e o 3º a pipa Legião Urbana que ganhou um espremedor de frutas elétrico.

Na categoria Originalidade o 1º lugar ficou para a bicicleta voadora do Andrevaldo que também recebeu o troféu Originalidade em papel. A pipa Estrela conquistou o 2º lugar e recebeu uma pipa Asa Delta. O ventilador ficou para a pipa Arara da equipe Só Pipas que só conseguiu ficar 30 segundo no ar porque quebrou a asa logo no primeiro sobrevôo. O 4º lugar foi conquistado pelo lápis da equipe Bons ventos que nem chegou a subir.

Na categoria Maranhão a pipa Mago e Pimba da equipe Bons Ventos conquistou o 1º lugar e a Vale das Sombras da equipe Tornado o 2º.  A categoria vazada deu o 1º lugar para a pipa John Lenon da equipe Só Pipas de Campo Grande, 2º para a pipa Elvis não morreu da equipe Tornado de Itaboraí e o 3º para a Angry Pipas também da equipe Tornado. O 1º lugar ganhou uma pipa Parapente, o 2º uma Asa Delta e o 3º um ventilador.  Além das premiações tradicionais, a equipe Tornado ganhou uma bicicleta por ter se destacado na competição, além de ter conquistado três premiações em várias categorias.


Categoria Beleza:
1º Pipa Ursinho Puft do José Roberto
2º Pipa O Mago e o Dragão da equipe Tornado
3º Pipa Legião Urbana – Jair Luiz (Buga da Pavuna)
4º Pipa Luiz Gonzaga do Ari Alves.
Categoria Originalidade:
1º Pipa bicicleta voadora do Andrevaldo (ganhador do troféu Originalidade em papel)
2º Pipa Estrela – equipe Bons Ventos
3º Pipa Arara - equipe Só Pipas

Categoria Maranhão
1º Pipa Mago e Pimba - equipe Bons Ventos
2º Pipa Vale das Sombras -  equipe Tornado

Categoria Vazada:
1º Pipa John Lenon - equipe Só Pipas
2º Pipa Elvis não morreu - equipe Tornado
3º Pipa Angry Pipas - equipe Tornado.

PRÊMIO EXTRA:
Bicicleta: equipe Tornado
  

Um comentário:

  1. Show de Programação pra galera da Baixada....
    Que essa idéia sirva de incentivo para esses pipeiros que se dedicam nessa arte milenar que foi difundida no Japão, Parabéns a todos os participantes e aos ganhadores e principalmente a PREFEITURA de QUEIMADOS - RJ

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!