quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Queimados estimula parceria entre empresas

Piraquê se instalará no Município em 2015 e precisará de mão de obra qualificada para preenchimento de 500 vagas


Objetivo é contratar jovens de projetos do governo
Felipe Carvalho-Rio. A Fábrica Piraquê abrirá unidade de 50,4 mil m² em Queimados. O investimento gira em torno de R$ 85 milhões e deve começar a operar em 2015. A previsão é que sejam gerados 500 empregos diretos até 2018. Por conta disso, a Prefeitura do Município da Baixada Fluminense, através das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Trabalho e Renda, estimulou a celebração de convênio entre a gigante de biscoitos e o SENAI, visando formar mão de obra local qualificada, para o preenchimento das futuras vagas de emprego que serão geradas pelo empreendimento.
Nesta sexta-feira, a partir das 09h, 01/02, será realizado um seminário com jovens aprendizes, entre 17 e 18 anos, moradores de Queimados, tendo a maioria se formado no Projeto Projovem Trabalhador, que é desenvolvido ente o Ministério do Trabalho (MTE) com a Prefeitura. O encontro será marcado pela apresentação de palestras sobre mercado de trabalho, informação sobre seleção de jovens para trabalhar na Piraquê e apresentação de cursos de alimentação oferecidos pelo SENAI, que deverá ainda fornecer uma bolsa auxílio para os estudantes durante o processo de capacitação.
A atividade acontecerá no Ginásio Escola Professora Marlice Margarida Ferreira da Cunha, localizado na Avenida Vereador Marinho Hemetério de Oliveira, s/nº - Vila Pacaembu - Queimados.

Um comentário:

  1. O evento terá como objetivo principal a orientação para estes jovens de como se comportar em uma entrevista de emprego, postura, trajes, lingugem etc... Orientação também sobre o mercado de trabalho. As informações sobre seleção, não será exclusiva para processos seletivos na empresa Piraquê e sim de maneira geral, ou seja, processos de seleção para qualquer empresa que tenha vagas em aberto. Quanto aos jovens do Projovem Trabalhador convidados, apenas conseguimos contactar um número módico face a maioria dos números de telefone dos formados não atenderem ou estarem errados. Luiz Cláudio dos Anjos Soares.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!