quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Lata d'água na cabeça

Crédito: internet

Dine Estela, RJ: Patrícia da Rua Maclen em Queimados ligou para a rádio Novos Rumos FM desesperada na manhã desta quinta (27) porque já está sem água há mais de um mês. Depois da sexta transferência telefônica, a explicação dos responsáveis pela CEDAE, empresa que presta o serviço na cidade, é que as obras de ampliação estão paradas por falta de material.


Patrícia disse que na última semana a água chegou até o portão, mas como estava muito fraca não conseguiu subir até o reservatório que fica em cima da casa. “Eu não tenho dinheiro para comprar uma bomba de sucção, logo fiquei enchendo "baldinho" para tentar reservar um pouco d´água, mas não durou muito tempo”, contou chorando.


O prefeito Max Lemos foi procurado e disse que está negociando um plano de ampliação de água para a cidade. “Tivemos uma reunião com a CEDAE no Estado do Rio para tentar melhorar a distribuição de água e a legalização dos novos bairros que estão sendo criados com o projeto de urbanização da cidade. Estamos trabalhando para oficializar as ligações clandestinas que eles chamam de “ramal de viagem” para que possam fazer parte da lista de manutenção da CEDAE, que ainda não reconhece estas ligações, logo não pode acompanhar a manutenção”, Disse o prefeito.


Além da Rua Maclen que fica nas mediações do bairro Campo da Banha, outros bairros como Santo Expedito, Aliança, São Miguel e até mesmo o bairro Pacaembu, no Centro da cidade criado recentemente sofrem com a falta d´água. Os moradores estão preparando uma manifestação pública que inclui cobranças não somente à CEDAE, mas à Câmara Municipal da cidade.


Ligamos na manhã desta quinta para o número 2663-2020 e depois de oito transferências telefônicas, Elói Silva do setor de operações que está  respondendo pelas férias de Wilson, chefe do setor de operações recebeu a informação de que realmente a licitação da ampliação já foi feita e agora a CEDAE está esperando o material chegar para começar o serviço. “Elói disse que já está providenciando uma manobra para o bairro. Ele disse que vai tentar resolver o problema da Patrícia que mora na parte mais alta do bairro. No entanto, descobrimos que tem uma bomba no alto da rua que está sugando toda a água que chega, deixando os moradores da parte mais baixa sem água, o que deve ser o caso da Patrícia que mesmo morando na parte alta, não chegar ser na parte mais alta, onde tem uma invasão”, explicou. Patrícia contou que a bomba foi instalada pelo então vereador Carlão da CEDAE. 

3 comentários:

  1. estar faltando agua en boa parte de queimados por conta da ilegalidade, pois os politicos agua é vida fizeram ligações clandestina para alguns bairros , e agora com a escassez de água a cedae tem que priorizar quem é cadastrado legalmente.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, amigo!!! Sofrem todos agora...

    ResponderExcluir
  3. A falta de áqua é geral, inclusive no bairro Vila Central, onde eu moro.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!