terça-feira, 27 de novembro de 2012

Queimados realiza formatura de professores municipais no Programa Pró-Letramento‏

Por: Joyce Pessanha
Seguindo a diretriz de que a Educação é uma das maiores responsáveis pelo desenvolvimento de jovens e crianças, mais uma vez, Queimados dá passos largos em direção à excelência pedagógica. A Secretaria Municipal de Educação realizou a formatura de 360 professores da rede de ensino da  que concluíram a qualificação no Programa Pró-letramento.

O professor Diogo Coutinho, contou animado, sobre a experiência de participar do curso e aproveitou para dar uma pequena aula sobre seu aprendizado. “O pró-letramento é um passo maior na alfabetização. O aluno aprende além do mecanismo da leitura, aprende a interpretar o que está lendo. Durante o curso tivemos a oportunidade de nos colocar no lugar do aluno e, por conta disso, planejar a aula de uma forma ainda mais lúdica e interessante para a criança aprender brincando”. Conta Diogo, que dá aula na Escola Municipal Primeira Igreja Batista em Queimados.


O evento contou com a presença do escritor e compositor Haroldo Cezar, compositor da música Alfabeto, que tem auxiliado o trabalho de alfabetização em sala de aula. A ideia de trazer o compositor na formatura foi da subsecretária de Educação, Lina Vasconcellos, que destacou a importância do evento para a cidade. “Trabalhei com a música do Haroldo em um dos cursos que ministrei e me interessei muito pela história de vida do gari que compõe músicas sobre a língua portuguesa. Quis trazê-lo para incentivar mais ainda os professores da nossa rede. Tenho certeza que o preparo para alfabetizar e letrar as crianças formará alunos mais preparados para a vida, como bem diz o nosso prefeito Max Lemos: A gente ensina ler, escrever e contar, não só para a vida acadêmica, mas para a vida”. Destacou a subsecretária.

O programa é uma parceria da Prefeitura de Queimados com o Ministério da Educação (MEC) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A secretária de Educação, Mírian Motta, conta que a intenção é que todos os professores da rede municipal sejam atingidos. “O curso teve duração de 120 horas/aula, distribuídas em dois momentos e beneficiou 40% dos mais de 800 professores municipais queimadenses do ciclo de alfabetização (referentes ao 1º, 2º e 3º ano), e a ideia é ampliar o projeto até que atinja toda a rede”, declara Mírian. O evento aconteceu no dia 22 de novembro no Teatro Metodista de Queimados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!