terça-feira, 27 de novembro de 2012

I Congresso Espírita é realizado em Queimados

Por: Joyce Pessanha
Crédito: Luiz Ambrósio
Lutando pela causa de conquistar mais visibilidade e respeito da sociedade civil e política, se reuniram em Queimados umbandistas, candomblecistas e espíritas para o I Congresso Espírita de Queimados, sob o tema “Religiosidade e tradições das matrizes africanas na sociedade brasileira”. O evento é uma parceria entre as entidades religiosas e a Coordenadoria de igualdade racial de Queimados e foi realizado no último dia 24 de novembro no Teatro Municipal Metodista.
O evento, que durou todo o dia, contou com a presença de líderes religiosos, autoridades políticas, antropólogos e escritores ligados à religião espírita para debates e palestras. O foco de todas as atividades era trazer à tona a importância da busca de igualdade, da visibilidade da religião com o objetivo de diminuição do preconceito.

Para o Desembargador de Justiça Dr André Ribeiro, o evento é histórico, pois reflete a importância de todos serem livres para exercer sua fé. “Durante anos os espíritas foram marginalizados pela sociedade, mas chegou a hora de tomar posse da constituição que diz que o estado é laico” declarou o Desembargador.
Segundo o coordenador de Igualdade racial de Queimados, Jorge Dahl, a iniciativa coloca a cidade de Queimados a par de importantes discussões como a igualdade de tratamento no que se refere a religião. “Todos os seres humanos são iguais em direitos e deveres, e a coordenadoria têm investido para a diminuição da intolerância religiosa, e o congresso é parte desse processo para a cidade”, diz o coordenador.

3 comentários:

  1. Não pertenço a nenhuma religião...

    mas acho importantíssimo eventos como esse, pois abre espaços a grupos marginalizados pela sociedade cristã... como os espíritas... o número de evangélicos é crescente, e alguns de comportam como donos da verdade, como se fizessem parte de uma religião suprema... são preconceituosos e intolerantes... por isso a importância dessa abertura aos espíritas ... e outras religiões.. que merecem respeito tanto quanto os evangélicos e católicos.

    ResponderExcluir
  2. Esse evento foi fraquissimo, eu diria q um dos piores que participei. Depois de ouvir as besteiras do Ivanir me retirei, a unica coisa q vi la foi um povo esculhambando as outras religioes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comissão Organizadora.

      Como Comandante de Terreiro, vejo que o Sr. Júnio Coelho deverá ser convidado para ajudar a organizar o próximo Congresso, certamente terá brilhante participação, pois deve ter acumulado grande conhecimento sobre a causa.

      Terei bastante paciência e compreenção em ouvir o Senhor Júnio como ouvi a todos os presentes.

      Não ouvi esculhambação, ouvi pessoas sérias explicando a intolerância de pessoas de outra religiões que são contra a Todas religiões Espíritas.

      Outrossim, sempre há em qualquer evento pessoas que não enaltecem nada pois são fracas de espírito, porem devemos ter paciência com os fracos.

      Entender o que os experientes e estudiosos sabem e nos passam é difícil para os novatos, pois não adquiriram a serenidade para se concentrarem e procurar entender os palestrantes. Eu dou nota 10 ao Dr. André, a Dra. Rejane, ao Sr. Ailton e demais membros da mesa diretora e organizadora, e em especial ao Sr. Ivanir dos Santos que palestrou brilhantemente juntamente com os demais palestrantes.

      Um forte abraço Sr. Junio, contamos com o Senhor na próxima.

      Comissão organizadora.03/01/2013

      Excluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!