terça-feira, 16 de outubro de 2012

Queimados lança cartilha de educação ambiental

Crédito: Assessoria de Imprensa/PMQ

A fim de levantar ainda mais a bandeira em prol da conscientização ambiental e, ao mesmo tempo, aproximar os alunos da comunidade para desenvolverem ações voltadas para a preservação do meio ambiente, as Secretarias Municipais de Educação e Urbanismo e Meio Ambiente de Queimados, apresentaram a nova cartilha ecológica, desenvolvida em parceria com técnicos de ambas as Secretarias nesta terça-feira, 16 de outubro, na sede da Educação.
 
‘’Seja Limpeza, Tenha Consciência Ecológica’’ é o título da cartilha paradidática que aborda temas como mudanças climáticas, reciclagem, além de conter instruções para o descarte correto de resíduos e plantio de mudas. O material conta com ilustrações autoexplicativas e linguagem simples com o objetivo de levar mensagens de preservação para todo e qualquer público.

Para a diretora da Escola Municipal Luiz de Camões, Adriana do Carmo Felipe, a cartilha é uma ferramenta importante para a consolidação do pensamento voltado para a educação ambiental. “Acredito que iniciativas como estas só chegam para somar. Queimados tem escolas em áreas rurais, como é o caso da Luiz de Camões, e já estamos encarando a chegada do material como algo extremamente positivo. A cartilha será o nosso verdadeiro ‘manual prático de defesa da natureza’ com a vantagem de podermos aplicar os conhecimentos todos juntos e dentro da própria escola”, destacou a diretora da escola com o melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do município – atingindo a marca de 5,2%.

Na ocasião, as diretoras de todas as unidades da rede de ensino estiveram presentes e já confirmaram a participação dos professores na capacitação, que será ministrada pelos técnicos da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente, marcada para os próximos dias 30 de outubro e 05 de novembro. A qualificação faz parte do Projeto Caminho das Águas, já desenvolvido com alunos da rede, que agora adapta uma nova versão para capacitar os professores e visa mostrar ao corpo docente a importância de passar adiante as ações voltadas para a conservação do meio ambiente, da biodiversidade e dos recursos hídricos da região. O ciclo também terá visitas guiadas pela própria cidade, além de palestras e oficinas em salas de aula. Ao final de cada módulo, os 160 mestres inscritos visitarão ainda as margens do Rio Guandu e o Parque natural Municipal Morro da Baleia para realizarem o plantio de mudas.
 
De acordo com a subsecretária de Educação, Lina Vasconcelos, o projeto vai abranger os 15 mil alunos da rede. “Todos os alunos serão atingidos pela cartilha, da Educação Infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA) o nosso objetivo é que tenhamos a participação de todos, inclusive, da família dos alunos. Se a sociedade não abraçar a causa, o nosso trabalho fica ainda mais difícil”, concluiu a subsecretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!