segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Casas do Condomínio Senador Paulo Duque já têm donos

Família de Rosana Batista já tem onde morar

Emoção e expectativa foram as palavras do dia desta sexta-feira, 17 de agosto, no ginásio da Escola Municipal Metodista, durante o sorteio que definiu as quadras e as unidades habitacionais que serão ocupadas pelas 220 famílias no Residencial Paulo Duque, do Programa Minha Casa, Minha Vida, no bairro Belmonte. Na ocasião, o sorteio reuniu representantes das famílias beneficiadas, da Prefeitura de Queimados e da Caixa Econômica Federal.

Para a subsecretária Ruth Costa, é essencial destacar a importância do sorteio para que os futuros moradores saibam qual é a unidade em que vão morar. ‘’O sorteio funciona porque é feito de maneira justa. Cadeirantes, deficientes físicos e idosos têm prioridade justamente porque as casas não podem ser distribuídas aleatoriamente. Quem tem problema de locomoção, por exemplo, pode optar pelos imóveis mais próximos à entrada do condomínio” , destacou Ruth.

A subsecretária lembra ainda que os critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades garantem que pessoas com deficiência, mulheres chefes de família, assim como as que estão sendo beneficiadas pelo Programa Auxílio-Moradia (moradores de áreas de risco), terão garantidos os seus imóveis, respeitadas as proporções legais. Aos idosos serão destinados 10% e os deficientes ficarão com 5%.

A assistente social Cristiane Lamarão apontou o trabalho social, realizado através do conjunto de ações que visa promover a integração das famílias ao espaço habitacional, como um fator de destaque no sucesso do Programa. "O trabalho é sempre em prol do bem estar das pessoas. Sabemos que é preciso tornar um hábito para as pessoas o exercício de organização, a construção e manutenção de boas relações com os vizinhos, além do estabelecimento de regras de conservação do condomínio", acrescentou Cristiane.

Todas as casas contam com sala, dois quartos, banheiro, cozinha, área de serviço, além de áreas privativas nos fundos e na frente, sendo possível utilizá-las inclusive como garagem. O Residencial Paulo Duque também conta com casas adaptadas para pessoas com mobilidade reduzida, onde as portas são mais largas e o banheiro possui barras de apoio para facilitar o uso de pessoas com limitações físicas e cadeirantes.

Portadora de deficiência motora, Jussara Moraes, de 36 anos, não escondeu o sorriso ao receber seu novo endereço. "É difícil até conseguir falar sobre a felicidade de tão emocionada que estou. A partir de agora vou pagar uma prestação menor e de uma casa que já é minha, com o dinheiro que vai passar a sobrar pretendo matricular meus filhos em bons cursos técnicos e preparatórios”, revelou a vendedora e mãe de dois filhos, que arcava com uma despesa de quase R$600 de aluguel.

A próxima etapa será vistoria do imóvel, preenchimento do relatório e assinatura dos contratos. De acordo com a Secretaria Municipal de Habitação, os condôminos têm até 30 dias para ocupar o imóvel. Caso o contrário, a Caixa Econômica Federal se reserva ao direito de reaver a unidade e destiná-la à outra família.

O município de Queimados foi o primeiro da Baixada Fluminense a ter assinado convênio de construção de unidades habitacionais com o programa “Minha Casa, Minha Vida”. Ao todo serão beneficiadas mais de quatro mil famílias e só no Condomínio Valdariosa foram construídos 1.500 apartamentos divididos em três fases, todos já entregues.


Fonte e Créditos: Assessoria PMQ

2 comentários:

  1. NENHUM DELES NUNCA VÃO TER CORAGEM DE RESPONDER . O QUE ESTAR E OS QUE JÁ ESTIVERAM NO COMANDO DO EXECUTIVO DA PREFEITURA DE QUEIMADOS SÃO CULPADOS PELOS INDICES ALARMANTE A SEGUIR : O município de Queimados é um dos mais pobres da Baixada Fluminense, Bolsa Família sustenta 25% dos moradores da cidade
    Com uma renda per capita de R$ 6.946, metade da média brasileira, de R$ 14.183, segundo dados do IBGE de 2007-, Queimados é um município criado em 1989, desmembrado de Nova Iguaçu, outra cidade da Baixada Fluminense. De acordo com o prefeito Max Lemos, hoje são cerca de 11 mil famílias beneficiárias do Bolsa Família, o que significa cerca de 34 mil pessoas, ou quase 25% dos 139.378 habitantes do município (estimativa do IBGE de 2009) vivendo do benefício do governo, considerando a média nacional de 3,1 habitantes por domicílio apurada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE em 2009. FONTE: http://www.sinfrerj.com.br

    ResponderExcluir
  2. E VÃO CONTINUAR AUMENTANDO ESSE INDICE ALARMANTE A PREFEITURA DE QUEIMADOS ESTAR CONTRUINDO UM ESTADIO MUNICIPAL PARA QUE AS CRIANÇAS E SUAS FAMILIAS SAIAM DA MISERIA QUE SE ENCONTRAN APRENDENDO A LER E ESCREVEREM COM OS PÉS.

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!