terça-feira, 3 de julho de 2012

Veja as estratégias de Queimados para atrair novas empresas para o município


Rio -  Com 21 empresas em funcionamento e outras 15 em fase de instalação, o município de Queimados, na Baixada Fluminense, espera chegar até o final do ano com oito mil postos de trabalho em atividade. Todas as companhias estão localizadas no Distrito Industrial, às margens da Rodovia Presidente Dutra e a seis quilômetros do Arco Metropolitano, estrada que ligará o Porto de Itaguaí ao município de Itaboraí.

“Em breve, o número de indústrias passará para 36, pois temos 15 fábricas em fase de implantação e negociamos a vinda de mais 14 empresas para a cidade”, afirmou o prefeito Max Lemos.


Foto: Divulgação
 Vista aérea do Distrito Industrial de Queimados, que já abriga 21 indústrias e assegura três mil empregos | Foto: Divulgação

Segundo ele, a expansão econômica do município está sendo possível graças à implementação de uma política de incentivo fiscal, com a redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de 19% para 2%, além de oferecer isenção de 10 anos dos tributos municipais (IPTU, ISS e alvará). “Tudo isso deve aumentar a receita do município para R$ 16 milhões até 2013, quatro vezes mais que a atual”, comemorou Lemos.

Boa localização e infraestrutura garantem crescimento

Além da localização às margens da Rodovia Presidente Dutra e próximo do traçado do Arco Metropolitano, o Distrito Industrial de Queimados possui sistema de abastecimento de água, telefonia de fibra ótica e uma subestação de energia elétrica para atender aos novos empreendimentos na região.

Entre os diversos produtos ali fabricados, encontram-se blocos de cimento,utilizados na construção do estádio do Maracanã, argamassa, cosméticos, cabos navais de fibra sintética e os de poliéster para amarração offshore.

Para atender a crescente demanda do local, o prefeito Max Lemos negocia a aquisição de mais um terreno ao lado do atual distrito. O objetivo é instalar 14 outras empresas.
Fonte: O dia online

9 comentários:

  1. Negócio intermediado por prefeito no RJ tem lucro de R$ 9 milhoes em 5 dias

    A venda de terreno para instalação de uma fábrica austríaca em Queimados (RJ) rendeu lucro de R$ 9,2 milhões em apenas cinco dias a uma empresa fornecedora do município da Baixada Fluminense. Neste período, o valor da área passou de R$ 2,5 milhões para R$ 11,7 milhões.

    Os contatos para a negociação foram intermediados pelo prefeito da cidade, Max Lemos (PMDB).

    A companhia austríaca RHI comprou por R$ 11,7 milhões da empresa Jogasus a área de 980 mil m² para instalar fábrica de peças para a indústria siderúrgica, em novembro de 2010.

    Pedro Carrilho/Folhapress

    Sede da empresa Jogasus, na Baixada Fluminense, que comprou área por R$ 2,5 mi e vendeu por R$ 11,7 mi
    Cinco dias antes, o mesmo terreno havia sido comprado pela Jogasus --que é uma pequena empresa de construções de Duque de Caxias-- por apenas 21% desse valor.

    A Folha foi avisada da contratação por uma mensagem ao Folhaleaks, canal criado pelo jornal para receber informações e documentos.

    O prefeito afirma que a valorização dos preços dos terrenos na região é muito rápida e que a área vale hoje cinco vezes mais do que o valor pago pela empresa austríaca.


    COMPRA E VENDA

    prefeito --seu conhecido desde a década de 90-- a um dos donos do terreno, José Augusto Vereza.

    O representante da Jogasus afirmou que tinha interesse em criar um espaço para logística na área. Segundo Ferreira, ele e Vereza acertaram que o terreno seria vendido por R$ 2,5 milhões. Quando a venda seria registrada, no início de junho, Vereza morreu.


    No fim de junho, a austríaca RHI procurou o prefeito Max Lemos pedindo que indicasse um terreno para instalar sua fábrica. O político indicou o mesmo terreno que havia apontado à Jogasus, cuja compra ainda não havia sido formalizada.


    As negociações começaram antes de a Jogasus se tornar proprietária do terreno.

    As duas partes afirmam, no entanto, que a família Vereza já estava comprometida com a venda e o preço acertado pelo patriarca.

    Representantes dos antigos proprietários negam a informação e dizem que desconheciam a participação da RHI na negociação.

    A primeira venda, para a Jogasus, foi formalizada em 4 de novembro, por R$ 2,5 milhões. Em 9 de novembro, foi feito o repasse à RHI, por R$ 11,7 milhões.

    Em abril de 2011, o terreno foi beneficiado pela ampliação do distrito industrial de Queimados, o que concedeu benefício fiscal à empresa, como isenção de IPTU e redução na alíquota de ICMS.

    A empresa Jogasus, com sede em Duque de Caxias, passou a ter contratos com a prefeitura de Queimados a partir da gestão de Lemos.

    OUTRO LADO

    O prefeito de Queimados, Max Lemos (PMDB), afirmou que apenas apresentou investidores a proprietários de terrenos, sem participar da negociação que gerou lucro de R$ 9,2 milhões à empresa fornecedora do município.

    Segundo Lemos, os terrenos na cidade têm valorizado muito em razão do crescimento do distrito industrial.

    "Se você me perguntar, eu lhe digo: foi um lucro absurdo. Mas é essa valorização que está ocorrendo na cidade. Se a RHI quiser vender hoje, há quem compre por cinco vezes o que ela pagou."

    Ele afirmou que não participou da negociação do terreno. Segundo Lemos, seu único objetivo foi fomentar o desenvolvimento da cidade.

    "Não trato de operação imobiliária. Meu interesse é agilizar os contatos para trazer investimentos para a cidade", disse o prefeito.

    Lemos negou relação entre os contratos que a empresa Jogasus têm com a prefeitura e o lucro na transação. "Ela participa de licitações e faz algumas obras. Não é uma grande fornecedora."

    fonte;http://www1.folha.uol.com.br/poder/987788-negocio-intermediado-por-prefeito-no-rj-tem-lucro-de-r-9-mi-em-5-dias.shtml O CASTIGO DOS BONS QUE NÃO FAZEM POLITICA É SER GOVERNADOS PELOS MAUS.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Peço encarecidamente aos nossos leitores que não publique comentários acusando A ou B, como anônimo, pois quem responde a justiça é o nosso portal, por isso, os comentários anteriores foram removidos. Mas se você quiser se identificar fique a vontade, que publicaremos! Grato e obrigado pela audiência!

    ResponderExcluir
  7. Enfim.. Pelo sim, pelo não, fico com o sucesso que está sendo a entrada dessas empresas no município. Parabéns a atual gestão!

    ResponderExcluir
  8. Significado de maracutaia






    Significado de maracutaia em Português




    maracutaia

    s. f.
    tramoia, combina, trampa, manobra (política, econômica etc.) marginal inconfessável

    ResponderExcluir
  9. Comentário de anônimo é a maior covardia, cara!!!

    Bjs

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!