segunda-feira, 2 de julho de 2012

Mais de 100 alunos do Proerd se formam em Queimados

Crédito: Divulgação/PMQ

Mais de 100 alunos estiveram no Teatro Escola Marlice Margarida Ferreira da Cunha, em Queimados, nesta segunda-feira, 02 de julho, para receber os certificados de formandos do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), que já formou mais de 2000 alunos só em 2011. O Programa é uma iniciativa da Polícia Militar do Rio de Janeiro em parceria com escolas da rede pública de ensino e família de jovens carentes. O objetivo do Programa é oferecer atividades didáticas prevenindo o uso de drogas e a violência entre crianças.

Para o cabo Marcos Rogério, do 24º Batalhão de Queimados, a parceria com todos os órgãos governamentais e sociedade civil são de extrema importância para o sucesso do Proerd. “Só assim, juntos, conseguiremos vencer a guerra contra as drogas e a violência”, destacou o cabo e um dos tutores do programa na cidade.


Em Queimados, o Proerd já é desenvolvido há seis anos nas escolas da rede pública. A implantação do Programa Educacional no Rio de Janeiro, em 1992, foi fruto do interesse da Polícia Militar em realizar um projeto de prevenção voltado especialmente para a população jovem, sobre as drogas, seus principais problemas e conseqüências. Para atuarem no programa, Policiais Instrutores passam por um processo de seleção, e os aprovados recebem um treinamento especial que inclui habilidades de comunicação e noções de técnicas de ensino, além de aulas de psicologia, dinâmicas de grupo, informações sobre as drogas e relações interpessoais.

A secretária Municipal de Educação de Queimados, Mirian Motta, enfatizou a importância de manter as crianças livres das drogas o quanto antes. “Com o Proerd as crianças estão tendo a oportunidade de conhecer prematuramente os efeitos e conseqüências devastadoras das drogas. As crianças tem se tornado verdadeiros soldados e difusores do Programa em prol do combate às drogas”, destacou Mirian.

Há 18 anos, o Proerd está presente em todos os estados do Brasil e através dele mais de três mil policiais militares instrutores são verdadeiros ativistas no combate às drogas. Atualmente, mais de 4,5 milhões de alunos já participaram do Programa.

Fonte: Assessoria de Comunicação/PMQ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!