domingo, 24 de junho de 2012

Cerca de 10 mil pessoas estiveram presentes na Convenção do PMDB em Queimados

Foram homologadas 184 candidaturas, contando com prefeito e vice-prefeita. É a maior coligação que o município já fez e uma das maiores da Baixada, com 22 partidos na coligação “Unidos para fazer muito mais”.
Créditos: Felipe Carvalho
Por: Valéria Campelo e Dine Estela
Muitos fogos, bandeiras, batucada e alegria estampada nos rostos. Este foi o cenário deste domingo em Queimados, que contou com a realização da Convenção da chapa encabeçada pelo PMDB, que conta com 22 partidos, para a disputa das Eleições 2012 do Município. Aproximadamente 10 mil pessoas vieram prestigiar o evento, lotando o Queimados Futebol Clube e as ruas vizinhas. Os candidatos a vereadores e os convencionais fizeram um verdadeiro carnaval fora de época pela cidade.

O prefeito Max Lemos (PMDB) e o Senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), coordenador geral do PRB no Estado foram os responsáveis por abrir oficialmente a Convenção. O encerramento aconteceu às 17 horas e contou com a presença do Presidente do PMDB Regional Jorge Picciani, deputado federal Leonardo Picciani, Secretário de Habitação do Estado, deputado estadual Rafael Picciani, Deputado Estadual Zaqueu Teixeira, deputado estadual Luiz Paulo e Deputado Estadual João Peixoto, presidente do PT Regional Deputado Jorge Florêncio, presidente da ALERJ Paulo Melo, entre outros.
Os candidatos, autoridades, convencionais e população em geral se empolgaram com a euforia da vitória. No entanto, Max Lemos deixou claro que mesmo tendo a maior coligação já existente na cidade, não vai entrar no clima de “já ganhou” e vai para as ruas todos os dias em busca de voto.
Ninguém é vencedor até sair o resultado, mas eu não tenho dúvida que fiz em três anos mais do que se fez em 20 anos, mas não fiz nada sozinho, tive ajuda do Estado e do Governo Federal e principalmente dos meus vereadores. Agradeço muito também à minha família”, disse emocionado ao fechar o discurso gritando “vitória” junto com a multidão.
Eduardo Lopes falou aos convencionais da alegria de participar do evento e ressaltou que “não é qualquer um que consegue fazer uma aliança com 22 partidos como o Max conseguiu em Queimados”.
Para o senador só se consegue isto quando se tem confiança, respeito e reconhecimento de um trabalho. “Parabenizo pelo trabalho que vem sendo feito há quatro anos e por esta aliança que representa a união pelo desenvolvimento de Queimados e que tenho a alegria de também fazer parte”, destacou.
Max Lemos agradeceu a presença dos convencionais e de todos os partidos que se uniram por Queimados. Lembrou ainda de algumas conquistas. Entre elas a assinatura do convênio para demolição do “esqueleto”, que há 24 anos está parado, e a construção de um hospital moderno para atender não só Queimados, mas toda Baixada.
O prefeito falou da importância da coligação com os 22 partidos. “É a maior aliança feita na Baixada, e não fácil tocar uma coligação deste tamanho, mas estamos juntos para consolidar o crescimento da cidade e garantir que nunca mais Queimados saia do trilho do desenvolvimento”, ressaltou.
O Presidente Regional do PMDB, Jorge Picciani, ressaltou a aliança política formada na Cidade e citou o nome do Prefeito Max Lemos, como o político mais influente da Baixada Fluminense. “Estou impressionado com o número de pessoas presentes nesta convenção. Isso mostra o sucesso do trabalho desenvolvido pelo Prefeito Max Lemos nestes três anos e meio de Gestão. Isso também se reflete na aprovação popular. O Max tem o maior índice de aceitação entre os Prefeitos da Baixada, isso faz com que ele se torne a principal figura da Região e possa futuramente alçar vôos mais altos”, disse Picciani.
A coligação “Unidos faremos ainda mais” tem os partidos PMDB, PC do B, PDT, PHS, PMN, PP, PPL, PPS, PRB, PRP, PRTB, PSB, PSC, PSD, PSDB, PSDC, PSL, PT, PT do B, PTB, PTC, PTN e PV.

5 comentários:

  1. É com muita vergonha... e sentimento de ser tratado como um palhaço... que vi no mesmo palanque... se abraçando... Luiz Paulo (PSDB), Zaqueu e sua turma do (PT) os Piccianis... do PMDB todos juntos... em prol... do? claro "poder, poder e poder" até onde vai essa política ridícula de alianças vergonhosas?

    ResponderExcluir
  2. Vcs só podem ter contado errado....20.000 mil pessoas... ou melhor 30.000 mil..... uma revista conceituada e escrever mentira para a população.... Existem casos verdadeiros de quem fosse a Convenção receberia R$ 30,00 reais,nem sei se sou bom de matematica 10.000x 30 = 30.000 R$ Vergonha para quem diz que Governa para o POVO ( JCBR)

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Deixa eu esclarecer uma coisa aqui sobre o meu post acima.. Em nenhum momento eu quis dizer que essa aliança é bandida ou coisa desse tipo. Quando usei a palavra facínora quis dizer no sentido próprio dela que é uma aliança perversa. Perversa para a democracia por causa da lei que permite esse tipo de coligação. Diga-se de passagem, o que o prefeito fez com muito louvor, foi usar sua liderança para que esta aliança fosse concretizada com o aval da lei eleitoral. Não tenho nada contra o Max, conheço seus irmãos, somos todos amigos de infância, estudamos juntos no antigo CEEQ e tenho o maior apreço, respeito e admiração por eles. Um abraço
    Jorge Peluzio

    ResponderExcluir
  5. Um absurdo. Esses políticos só pensam em seu bolso, não estão nem aí para a população queimadense. Eventos como esse não deveriam existir, ao contrário, deveria existir eventos beneficentes, conscientizadores, sustentáveis, para que a população possa crescer e preservar o município e o país. Agora esses políticos, só quererm dinheiro. Todos os que estão no palanque são corruptos, se pesquisarem a vida de cada um a fundo, certamente descobrirão falcatruas. Avante Queimados! Rescucita Getúlio Vargas, por favor!!! Rescucita Olga Benário, por favor"" Rescucita Lampião, por favor!!! Rescucita Zé Bedeu, por favor!!! Avante queimados, rumo ao futuro!!!

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!