sexta-feira, 11 de maio de 2012

Centro Médico da Pedreira será reinaugurado nesta sexta


Por: Felipe Carvalho
Crédito: Felipe Carvalho
No dia 28 de abril de 2012, a Revista Queimados publicou uma matéria que relatava a reclamação dos moradores do Bairro Nova Cidade sobre o atraso na entrega da reforma do Centro Médico da Pedreira, que estava parada há dois anos. Mas a notícia é boa para os habitantes da Região. Após passar por uma completa reforma, o Posto de Saúde, no Bairro Nova Cidade em Queimados, retomará suas atividades nesta sexta-feira, dia 11 de maio, às 18h, com uma novidade: a unidade estará aberta ao atendimento também aos sábados até às 13h. É a primeira grande reforma feita na unidade de saúde desde sua construção, há mais de 20 anos (a unidade foi construída quando o município ainda era um distrito de Nova Iguaçu).

Confira a matéria publicada pela Revista Queimados, clicando no link abaixo. (http://revistaqueimados.blogspot.com.br/2012/04/moradores-do-bairro-nova-cidade.html).

O prefeito Max Lemos diz que durante o período das reformas, a população não ficou sem atendimento, pois a unidade foi transferida provisoriamente para a Rua Camilo Cristófono, no Bairro Fanchem, funcionando de 2ª a 6ª feira, das 8h às 17h, com uma média de 500 atendimentos por dia. “É importante ressaltar que os serviços médicos não foram interrompidos, e com a volta ao seu antigo endereço, o funcionamento vai se estender aos sábados, beneficiando aqueles que só podem buscar atendimento nos fins de semana. Temos que explicar o porquê o atraso. É uma obra de recursos próprios e a Prefeitura não tinha dinheiro, por isso demorou”, disse o Prefeito.

Para o secretário municipal de Saúde, Ismael Lopes, o Município deu um salto de qualidade no atendimento à saúde da população nesses últimos três anos. “Hoje a realidade é outra, nossa saúde está sendo reestruturada gradativamente, o que nos dá a certeza que o trabalho que estamos desenvolvendo está indo de encontro às necessidades do povo”, afirmou o Secretário. Indagado pela Revista Queimados sobre o atendimento da UPA 24 horas, que tem criado transtornos para os queimadenses, Ismael disse que o problema da Unidade está na falta de médicos disponíveis no mercado. “A UPA no início era um sucesso, pois atendia somente a população de Queimados. Mas depois os moradores de Austin e Japeri passaram utilizar a Unidade. Com isso, é preciso que se aumente o número de médicos. Estamos buscando profissionais, mas não estamos encontrando pelo valor que a Prefeitura pode pagar, que não é baixo. Se algum médico estiver disponível, pode procurar a Secretaria de Saúde, que contrataremos na hora, pois estamos dando início ao Sistema Pleno de Saúde na nossa Cidade”, frisou. 

Fonte: Assessoria de Comunicação/PMQ

Um comentário:

  1. Com charrete ou sem charrete??????????????????

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!