sexta-feira, 27 de abril de 2012

Queimados é a terceira cidade do Brasil que mais demora para chegar ao trabalho. Japeri lidera

Crédito: Internet

Leandro Machado, Rio- O Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmou o sufoco que é depender de transporte para quem mora na Baixada Fluminense. Entre todas as cidades do Brasil, Japeri é a que tem o maior índice de trabalhadores que levam mais de duas horas para chegar ao serviço.

A situação é semelhante entre moradores de outros municípios Baixada: em 4º lugar fica Nova Iguaçu, e Queimados, fica na 3ª posição, conforme mostra o vídeo http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/04/japeri-rj-e-cidade-do-pais-com-mais-demora-para-chegar-ao-trabalho.html.

Ao todo, 20,6% dos moradores de Japeri levam mais de duas horas no percurso de casa até o local de trabalho, segundo o IBGE. Para mostrar essa realidade, uma equipe de reportagem foi à cidade, no bairro Nova Belém, onde encontrou o entregador Cléber Moulim: "Eu levo de 20 a 25 minutos andando. Ônibus tem, só que essa hora fica difícil porque ele passa uma hora, passa outra e demora. E também a volta que ele dá, que ele passa pelo outro lado, é o tempo que eu já vou andando até a estação", contou o trabalhador.
O trem parte cheio e, em minutos, Cléber dá sinais de cansaço. Às 7h20, ele chega à estação Central do Brasil, no Centro do Rio, duas horas depois de sair de casa. No entanto, a viagem não terminou por alí.

“Eu ainda vou andando até o trabalho”, explicou. A equipe acompanhou o jovem até o trabalho e constatou que, em passo acelerado, ele leva 20 minutos para chegar à fábrica onde trabalha. “Eu tenho que fazer esse percurso bem rápido, para acordar um pouco mais tarde, e dormir um pouquinho mais”, disse ele.

Viagem de trem pode durar 1h40

Assim como Cléber, muita gente precisa enfrentar uma rotina de atleta. O locutor José de Castro também é morador de Japeri. Ele anda 10 minutos até a estação. A viagem de trem pode durar 1h40 e, depois, caminha por mais 15 minutos: “A gente se sente lesado pelo poder público, de não ter um meio melhor para poder ajudar essas pessoas como eu”, reclamoui José de Castro.

Fabiane é quase uma triatleta. Primeiro, 20 minutos de bicicleta, depois, 1h40 no trem, e, por fim, mais 20 minutos a pé. “Bem cansativo. Chega a noite, o corpo já não aguenta”, disse a jovem.

Pouco tempo para descanso

Tempo demais nos transportes, pouco tempo para descansar. "Seria o tempo de eu fazer um café, me arrumar direitinho, arrumar as minhas coisas e sair deixando a minha casinha tranquila", disse Castro.

Já Cléber acredita que tanto tempo no percurso até o trabalho é muito desgastante. "O que causa mesmo é estresse, tanto o físico quanto o emocional. É um estresse só essa rotinha todo o dia, de segunda a sábado, é essa rotina aí", revelou Cléber.

Fonte: G1

6 comentários:

  1. Já imaginava isso rs
    E o pior de tudo é que fica complicado de o chefe acreditar, mas agora tenho que enviar essa matéria pra ele!

    ResponderExcluir
  2. Muito legal essa matéria Lele!!!

    É exatamente assim mesmo, sem contar o sufoco que essa gente passa dentro do transporte público lotado. Se levantar o pé, não consegue colocar de volta no chão.

    Mas ainda estamos melhor do que São Paulo em que as pessoas levam até três horas para chegar ao trabalho, como contou a última reportagem da TV Globo. Não lembro agora em qual programa, mas foi na semana passada.

    ResponderExcluir
  3. O jornal Nacional está falando disso já há algum tempo. Ontem eu vi a série falando deste censo do IBGE e da distância de Japeri ao Centro do Rio.

    ResponderExcluir
  4. Será que o Prefeito LEU/VIU/OUVIU esta reportagem? Melhor: será que irá fazer algo para diminuir o problema? Ou pelo menos intervir para diminuí-lo???
    Esqueci! Ele vem da sua residencia ( BARRA DA TIJUCA) fora do "Rush" ou de helicóptero.
    Estamos é FERRADOS!!!

    ResponderExcluir
  5. Prefiro ganhar R$ 1,300,00 em Queimados do que R$ 2,000,00 no centro do RJ.Trânsito horrível, fora a criminalidade.Tem muita empresa boa em Queimados pagando o salários compatíveis do mercado,tentem mudar de ramo.

    ResponderExcluir
  6. O que ta matando é os trens com horarios inregulares

    ResponderExcluir

A Revista Queimados é o maior veículo de comunicação da cidade!!!